Metropolitano bate o Carlos Renaux e se consagra bicampeão estadual de amadores

Salve!

O terceiro dia de bola rolando no Olímpico Sadalla Amin Ghanem, em Joinville, chegou e com ele a grande decisão do Estadual de Amadores. De um lado o lendário Carlos Renaux, que deixou o anfitrião e igualmente histórico América para trás, e do outro o forte Metropolitano de Nova Veneza, que eliminou o Cometa nos pênaltis.

Metropolitano x Carlos Renaux02
A equipe de Nova Veneza, comandada por Jean Reis, foi para a final com: Passarela; Bruno Mazzuchello, Shayder, Cleiton e Fá; Filipe Monteiro, Juca (Luciano), Lalau (Ramon), Dudu e Roger Gaúcho (Andrei); Beto Cachoeira. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux03
A esquadra de Brusque, sob o comando de Juliano Batista, adentrou o gramado do Olímpico com: Sandro; Carlinhos, Felipe, Lang e Alex (Gabriel); Bacal (Gaúcho), Catão, Thiago Cristian e Djalma; Djonathan (Cristiano) e Anderson. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux04
Leandro Messina Perrone comandou a final, auxiliado por Gianlucca Perrone Vasconcelos e Eli Alves. Hector Andrew Lisboa Jacques foi o quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Renaux, em seu projeto de retornar ao profissional, encarou uma temporada no futebol amador a nível estadual e obteve um grande êxito. O Vovô só perdeu a Copa Krona – o Regional da Liga Blumenauense – na final para o time do Metropolitano, de Blumenau, que contava com grande parte do elenco que disputava a Série D do Brasileirão.

Quis o destino que o adversário dos brusquenses na final fosse outro Metropolitano. Esse, o de Nova Veneza, ainda não se aventurou no futebol profissional, mas no amador empilha título atrás de título, numa disputa ferrenha com o rival Caravaggio. Aliás, caso vencesse, o Metrô voltaria para casa com a disputa em títulos estaduais do Clássico da Polenta desempatada. Ambos possuem um título até hoje: Caravaggio em 2013 e Metropolitano em 2015 – O Cancheiro esteve lá no Oeste e deu sorte para os neovenezianos.

Metropolitano x Carlos Renaux01
Como diz a faixa, realmente o Metrô nunca está sozinho. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

E o Metrô entrou em campo realmente decidido a se coroar como o maior de Nova Veneza. Com quatro minutos, Beto Cachoeira aproveitou uma bobeira de Lang, rolou para Roger Gaúcho ajeitar de calcanhar para Lalau vir de trás e encher o pé; mesmo à queima-roupa, o arqueiro Sandro deu um leve desvio na bola, que fez ela explodir no poste.

Metropolitano x Carlos Renaux08
O Metrô começou melhor, ganhando todas no meio e empregando velocidade no ataque. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Cinco minutos depois, com espaço para jogar pela direita, Lalau enfiou para Filipe Monteiro aparecer nas costas da zaga de surpresa e cruzar rasteiro; a bola passou por todo mundo, menos por Roger Gaúcho, no segundo pau, que apareceu para empurrar ela para o gol vazio e abrir o placar.

Metropolitano x Carlos Renaux12
Roger Gaúcho apareceu de surpesa na área, como um verdadeiro centroavante, para abrir o placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Seguindo com a pressão e a marcação alta, o Metropolitano roubou outra bola no campo de ataque, cinco minutos depois. A pelota chegou em Beto Cachoeira, que viu a passagem de Roger Gaúcho pela esquerda e ajeitou para o meia; na hora H, porém, Lang deu um carrinho e cortou – apesar de ter parecido ser na bola, Leandro Messina Perrone assinalou pênalti. Beto Cachoeira foi para a cobrança e converteu.

Metropolitano x Carlos Renaux15
A cobrança de Beto Cachoeira foi morrer lá no cantinho. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux16
E o Metropolitano já abria uma bela vantagem com 15 minutos de bola rolando. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Metropolitano, que entrou em campo num ritmo completamente superior ao Renaux, foi aos poucos perdendo o ímpeto ofensivo e deixando os brusquenses dominarem a partida. Daí em diante, só deu Vovô: aos 16, Djalma driblou Passarela e ia fazer o gol, mas já estava assinalado impedimento; quatro minutos depois, Catão recebeu pela esquerda e mandou uma bomba no alto, obrigando Passarela a salvar com a ponta dos dedos; já na cobrança de escanteio, Thiago Cristian mandou na área, a bola foi desviada no primeiro pau e Lang apareceu no meio da defesa, de surpresa, para completar para as redes e diminuir: 2×1.

Metropolitano x Carlos Renaux17
Djalma driblou Passarela e faria o gol, mas a jogada já estava anulada pela arbitragem. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux19
Balaço de Catão, que acabou obrigando Passarela a efetuar uma baita defesa com a ponta dos dedos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux20
Lang precisou de apenas seis minutos para se redimir do pênalti cometido. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Carlos Renaux seguiu pressionando, agora pelo empate, e quase chegou lá novamente com Lang, que escorou um escanteio cobrado por Djalma e tirou tinta da trave. Após outra bola parada perigosa, Catão emendou uma bela bicicleta, mas Passarela espalmou. Do outro lado, o Metropolitano aproveitava os espaços para escapar e finalizar com um certo perigo, primeiro com um chute forte e sem direção de Roger Gaúcho e depois em um arremate cruzado de Dudu, que passou por cima.

Metropolitano x Carlos Renaux26
A grande área do Metrô foi palco de um grande duelo aéreo entre dois monstros do futebol amador: o matador Anderson e o zagueirão Cleiton. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux28
Era incrível o aproveitamento de bolas paradas do Carlos Renaux. Os três gols da semifinal já haviam saído assim. O primeiro da final – o terceiro em cobrança de escanteio de Thiago Cristian -, idem. A defesa do Metrô demorou a se encaixar e sofreu vários sustos dos brusquenses. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux24
Passarela, ciente do perigo das bolas paradas do Renaux, arrumando a barreira com cuidado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Disposto a repetir a semifinal e virar o placar na etapa final, o Renaux voltou do intervalo dominando a posse de bola, mas esbarrando na forte e bem postada retaguarda sulista. A melhor chance brusquense só saiu aos 30, quando Anderson dividiu com o goleiro e quase mandou para as redes. Pouco depois, o centroavante voltou a arriscar, mas, com pouquíssimo espaço, o chute saiu prensado.

Metropolitano x Carlos Renaux43
Djalma procurou o jogo por todos os lados. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Metrô, mesmo que cauteloso, saía para o ataque e novamente ficou no quase para ampliar. Aos 10, Lalau enfiou para Beto Cachoeira, travado no exato momento do chute por Felipe; quinze minutos depois, Lalau escapou pela direita, mandou na área e Carlinhos, na ânsia de cortar, quase mandou contra o próprio patrimônio.

Metropolitano x Carlos Renaux37
Com espaços, o Metrô chegava com tranquilidade no ataque, mas não conseguia ampliar a vantagem e dar mais tranquilidade à defesa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Sem muita criatividade para chegar ao gol de empate, o Renaux apostava mais no abafa. Quando o ponteiro dos minutos passou dos 40 na segunda etapa, a pressão se intensificou. Após um bate-rebate na grande área, a pelota sobrou na medida para Gaúcho encher o pé, mas a defesa, intransponível, cortou. Mesmo com seis minutos de acréscimos – mais um, dado posteriormente -, o Vovô não conseguiu chegar lá.

Metropolitano x Carlos Renaux44
O Renaux bem que tentou, mas a eficiente defesa rubra impediu qualquer chance de empate. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mais fotos da grande final (a galeria completa, assim com as dos outros jogos do Estadual, estará na nossa página no Facebook, em breve)

O apito final de Leandro Messina Perrone confirmou o favoritismo do Metropolitano e o bicampeonato para o lado vermelho de Nova Veneza. O aguerrido Carlos Renaux, por sua vez, teve que se contentar com o vice, mas já mirando o ano de 2018, quando deverá voltar a desfilar pelas canchas do futebol profissional.

Metropolitano x Carlos Renaux22
Carlos Renaux vice-campeão. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux23
Luciano recebendo a medalha dourada das mãos do presidente da FCF Rubens Angelotti. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux24
Os presidentes das ligas envolvidas na competição, como o de Florianópolis Manoel de Paula Machado, o Dequinha, também estiveram presentes na premiação. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux25
Cleiton recebendo a premiação máxima, há poucos instantes de erguê-la, coroando a supremacia do Metrô. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux80
Metropolitano bicampeão! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux81
Foguinho, um dos principais nomes do Metrô nesses anos de glória, também foi lembrado na hora da premiação. O atacante está na Itália obtendo sua dupla cidadania. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano x Carlos Renaux27
A fila para tirar foto com o cobiçado caneco. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Galeria de fotos da festa rubra em Joinville

Classificado para o Sul-Brasileiro do ano que vem, o Metropolitano deverá sediar a competição em Nova Veneza. Ainda em 2017, já no próximo sábado, o clube tem um compromisso contra o Mesquita, pela volta das quartas-de-final do Regional da LARM – o primeiro jogo terminou empatado em 2 a 2. O Carlos Renaux, em seu último capítulo no futebol amador, vai em busca do título de Copa Integração da Liga Blumenauense, pela qual enfrenta o Metropolitano – o de Blumenau – na abertura do returno – aliás, a sina dos brusquenses com esse nome persistiu, ficando mais uma vez com o vice para um “Metrô”.

Findado nosso queridíssimo Estadual, O Cancheiro segue pelas canchas amadoras contando as momentos decisivos de competições municipais e regionais por Santa Catarina.

Gracias por acompanhar mais essa jornada e até a próxima!

Aquele abraço!

Um comentário sobre “Metropolitano bate o Carlos Renaux e se consagra bicampeão estadual de amadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s