Virou rotina! Metropolitano vence o Flamengo de Jaraguá e conquista o tri do Estadual de Amadores

Dale!

Todos os caminhos levavam ao Sul do Estado nesse sábado, mais precisamente à belíssima Nova Veneza. A capital catarinense do futebol amador recebeu mais uma final do Estadual Não-Profissional, dessa vez entre os locais do Metropolitano e os jaraguaenses do Flamengo.

Metropolitano_Flamengo68
O Metrô, do técnico Jean Reis, subiu a campo com: Passarela; Dedê, Cleiton, Shayder e Fá; Filipe Monteiro, Ronaldinho Gramadense, Dudu e Andrei; Lalau e Beto Cachoeira. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo69
O Mengo, comandado por Chico Scheuer, foi pros 90 minutos decisivos com: Rodrigão; Nininho, Baiano, Mano e Jhoy; Gustavo, Bob e Robson; Gio, Elder e Naldo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo70
Trio de arbitragem composto por Marcos Vinícius de Oliveira Matias, José Roberto Larroyd e Clóvis Herdt. William Martins Custódio foi o quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A competição mais charmosa do amador catarinense chega à quarta decisão relatada in loco por O Cancheiro. Duas das outras três foram conquistadas pelo bicampeão Metropolitano – a primeira em São Miguel do Oeste, frente ao Guarani, e, dois anos depois, em Joinville, contra o Carlos Renaux. Já a decisão que não contou com a presença do lado vermelho da cidade foi realizada na cancha do rival Caravaggio, em 2016. Não é exagero dizer, então, que atualmente o futebol amador catarinense gira em torno de Nova Veneza.

Metropolitano_Flamengo66

Do outro lado, a grande novidade dessa edição. O simples fato de ter chegado à final já coloca o nome do Flamengo na história do futebol de Jaraguá do Sul. Com uma equipe formada por jogadores locais, o Rubro-Negro eliminou o Rio do Ouro, de Itajaí, nas semifinais e, pela primeira vez, colocou um escrete da Liga Jaraguaense de Futebol na final do Estadual.

Metropolitano_Flamengo43
Torcida jaraguaense também compareceu em Nova Veneza, na expectativa de ver o Flamengo fazer ainda mais história. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo51
Até o homem-aranha carvoeiro, figura recorrente nas canchas do Sul do Estado, se fez presente para animar ainda mais a festa rubra. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Buscando o tricampeonato, o Metrô manteve seu esquadrão de fazer inveja a muita equipe profissional e deixou para trás os florianopolitanos Grêmio Cachoeira sem maiores dificuldades. Nos primeiros 90 minutos da decisão, entretanto, foi o espírito aguerrido do Flamengo que prevaleceu e o duelo em solo jaraguaense terminou empatado.

Metropolitano_Flamengo33
Jean Reis vai em busca do seu bicampeonato a frente do Metrô. Foi com ele no comando que a equipe conquistou a edição do ano passado, em Joinville. Torcida jaraguaense também compareceu em Nova Veneza. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Disposto a não dar chances para o azar e fazer valer o favoritismo, o Metropolitano foi para cima logo nos primeiros minutos do jogo de volta. Com a proposta de repetir a partida impecável de ida, o Flamengo buscou se fechar no começo. O volume de jogo e a pressão vermelha, entretanto, foram superiores e, logo aos seis, Filipe Monteiro enfiou uma belíssima bola para Lalau, que bateu de cobertura na saída de Rodrigão e abriu o placar com estilo.

Metropolitano_Flamengo72
Lalau abriu a contagem para os locais. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo23
Rodrigão, dúvida para a partida, teve que se virar para conter o ímpeto inicial dos venezianos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Tal como em Jaraguá do Sul, o Flamengo não tardou a equilibrar as ações ofensivas e esteve muito perto de empatar em ao menos duas oportunidades de bolas paradas, seu grande ponto forte, mas parou em mais uma boa atuação de Passarela e o placar mínimo permaneceu até o intervalo. Quem esteve mais perto de marcar, aliás, foram os locais, numa sapatada de Cleiton, do meio da rua, que explodiu no travessão.

Metropolitano_Flamengo74
Mesmo em solo rival, o torcedor jaraguaense não se conteve. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo37
Como peg bem na bola o capitão Cleiton. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com três trocas já no entretempo, Chico encaixou a defesa e colocou o Fla no modo ofensivo, em busca do empate. O roteiro da partida ida ia se repetindo nos mínimos detalhes: o Metrô seguia cadenciando e propondo o jogo na etapa final, mas era o Flamengo quem assustava mais.

Metropolitano_Flamengo40
Ronaldinho Gramadense, uma lenda das canchas gaúchas, fez a função de camisa 10 e flutuou por todo o gramado, distribuindo a bola e armando as jogadas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo38
A bola aérea, defensiva ou ofensiva, é claramente o ponto forte desse time do Flamengo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mas, ao contrário do ocorrido no Norte, os jaraguaenses pararam no poste em Nova Veneza. Aos 18, Robson mandou na área e Naldo cabeceou no pé da trave. O Metropolitano respondeu no contra-ataque e, em questão de segundos, a bola saiu de Andrei, para Beto Cachoeira, que abriu para Lalau chegar chutando e igualmente carimbar o pé da trave.

Metropolitano_Flamengo36
Lalau quase marcou mais um nesse chute cruzado, mas caprichosamente a bola foi de encontro ao poste. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo39
Ao deixar o campo, o meia-atacante foi devidamente reverenciado pela torcida. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O duelo estava pegando fogo e ia se encaminhando para dramáticos minutos finais, com os visitantes pressionando e os locais fechando a casinha. Até que, aos 37, dois egressos do banco deram o tiro de misericórdia: Will escapou pela esquerda e cruzou para Guto, livre no segundo pau, se jogar na bola e guardá-la no fundo das redes.

Metropolitano_Flamengo46
Guto ampliou a vantagem. Só uma catástrofe tiraria o caneco do Metrô. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Sem forças para buscar um novo empate, o Flamengo pouco criou nos minutos que restaram. O Metropolitano, com toda a sua experiência, deixou o tempo passar e esperou o apito final de Marcos Vinícius para soltar o grito de tricampeão e finalmente poder comemorar um Estadual dentro de casa.

Mais fotos dos derradeiros 90 minutos

Metropolitano_Flamengo54
Vale destacar o quão guerreiro foi o escrete jaraguaense. Mesmo com uma equipe local e sem conhecer o adversário, jogou de igual para igual e teve grandes chances de levar esse inédito caneco para a casa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Os três títulos em quatros anos – todos devidamente registrados pelo blog – dão uma margem a mais para o lado vermelho de Nova Veneza cornetar, já que o Caravaggio só tem um caneco. O grande trunfo do time do distrito é o Sul-Brasileiro, conquistado em 2014, mas que pode ser igualado já no próximo final de semana, quando o Metropolitano recebe a competição – com cobertura, é claro, d’O Cancheiro.

Metropolitano_Flamengo57
O Flamengo que fez história e levou Jaraguá do Sul pela primeira vez à decisão do Estadual. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo59
Passarela, que sofreu apenas o gol do Flamengo na ida, foi o goleiro menos vazado. Se não fosse ele, a história poder (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo58
Beto Cachoeira, com três gols, levou mais um troféu de artilheiro para casa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo62
Eis o terceiro caneco de Estadual levantado por Cleiton com a camisa do Metrô! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo64
Metropolitano tricampeão estadual de amadores! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Galeria de fotos da festa vermelha (o álbum completa, com mais de 100 fotos do jogo e da comemoração, estarão na nossa página no Facebook. Curta lá e acompanhe!)

E ainda tem a reta final do Regional da Larm, onde o Metrô precisa reverter a vantagem do Rui Barbosa para chegar às finais, e a Taça Santa Catarina Não-Profissional, contra o campeão do Oeste, para, aí sim, conhecermos a melhor equipe do Estado. No Norte, o Flamengo já está garantindo nas semis e agora também vai em busca de uma vaga na final da Liga Jaraguaense.

O amador não para! E o blog também não!

Até a próxima!

 

Um comentário sobre “Virou rotina! Metropolitano vence o Flamengo de Jaraguá e conquista o tri do Estadual de Amadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s