Virou rotina! Metropolitano vence o Flamengo de Jaraguá e conquista o tri do Estadual de Amadores

Dale!

Todos os caminhos levavam ao Sul do Estado nesse sábado, mais precisamente à belíssima Nova Veneza. A capital catarinense do futebol amador recebeu mais uma final do Estadual Não-Profissional, dessa vez entre os locais do Metropolitano e os jaraguaenses do Flamengo.

Metropolitano_Flamengo68
O Metrô, do técnico Jean Reis, subiu a campo com: Passarela; Dedê, Cleiton, Shayder e Fá; Filipe Monteiro, Ronaldinho Gramadense, Dudu e Andrei; Lalau e Beto Cachoeira. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo69
O Mengo, comandado por Chico Scheuer, foi pros 90 minutos decisivos com: Rodrigão; Nininho, Baiano, Mano e Jhoy; Gustavo, Bob e Robson; Gio, Elder e Naldo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo70
Trio de arbitragem composto por Marcos Vinícius de Oliveira Matias, José Roberto Larroyd e Clóvis Herdt. William Martins Custódio foi o quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A competição mais charmosa do amador catarinense chega à quarta decisão relatada in loco por O Cancheiro. Duas das outras três foram conquistadas pelo bicampeão Metropolitano – a primeira em São Miguel do Oeste, frente ao Guarani, e, dois anos depois, em Joinville, contra o Carlos Renaux. Já a decisão que não contou com a presença do lado vermelho da cidade foi realizada na cancha do rival Caravaggio, em 2016. Não é exagero dizer, então, que atualmente o futebol amador catarinense gira em torno de Nova Veneza.

Metropolitano_Flamengo66

Do outro lado, a grande novidade dessa edição. O simples fato de ter chegado à final já coloca o nome do Flamengo na história do futebol de Jaraguá do Sul. Com uma equipe formada por jogadores locais, o Rubro-Negro eliminou o Rio do Ouro, de Itajaí, nas semifinais e, pela primeira vez, colocou um escrete da Liga Jaraguaense de Futebol na final do Estadual.

Metropolitano_Flamengo43
Torcida jaraguaense também compareceu em Nova Veneza, na expectativa de ver o Flamengo fazer ainda mais história. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo51
Até o homem-aranha carvoeiro, figura recorrente nas canchas do Sul do Estado, se fez presente para animar ainda mais a festa rubra. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Buscando o tricampeonato, o Metrô manteve seu esquadrão de fazer inveja a muita equipe profissional e deixou para trás os florianopolitanos Grêmio Cachoeira sem maiores dificuldades. Nos primeiros 90 minutos da decisão, entretanto, foi o espírito aguerrido do Flamengo que prevaleceu e o duelo em solo jaraguaense terminou empatado.

Metropolitano_Flamengo33
Jean Reis vai em busca do seu bicampeonato a frente do Metrô. Foi com ele no comando que a equipe conquistou a edição do ano passado, em Joinville. Torcida jaraguaense também compareceu em Nova Veneza. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Disposto a não dar chances para o azar e fazer valer o favoritismo, o Metropolitano foi para cima logo nos primeiros minutos do jogo de volta. Com a proposta de repetir a partida impecável de ida, o Flamengo buscou se fechar no começo. O volume de jogo e a pressão vermelha, entretanto, foram superiores e, logo aos seis, Filipe Monteiro enfiou uma belíssima bola para Lalau, que bateu de cobertura na saída de Rodrigão e abriu o placar com estilo.

Metropolitano_Flamengo72
Lalau abriu a contagem para os locais. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo23
Rodrigão, dúvida para a partida, teve que se virar para conter o ímpeto inicial dos venezianos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Tal como em Jaraguá do Sul, o Flamengo não tardou a equilibrar as ações ofensivas e esteve muito perto de empatar em ao menos duas oportunidades de bolas paradas, seu grande ponto forte, mas parou em mais uma boa atuação de Passarela e o placar mínimo permaneceu até o intervalo. Quem esteve mais perto de marcar, aliás, foram os locais, numa sapatada de Cleiton, do meio da rua, que explodiu no travessão.

Metropolitano_Flamengo74
Mesmo em solo rival, o torcedor jaraguaense não se conteve. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo37
Como peg bem na bola o capitão Cleiton. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com três trocas já no entretempo, Chico encaixou a defesa e colocou o Fla no modo ofensivo, em busca do empate. O roteiro da partida ida ia se repetindo nos mínimos detalhes: o Metrô seguia cadenciando e propondo o jogo na etapa final, mas era o Flamengo quem assustava mais.

Metropolitano_Flamengo40
Ronaldinho Gramadense, uma lenda das canchas gaúchas, fez a função de camisa 10 e flutuou por todo o gramado, distribuindo a bola e armando as jogadas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo38
A bola aérea, defensiva ou ofensiva, é claramente o ponto forte desse time do Flamengo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mas, ao contrário do ocorrido no Norte, os jaraguaenses pararam no poste em Nova Veneza. Aos 18, Robson mandou na área e Naldo cabeceou no pé da trave. O Metropolitano respondeu no contra-ataque e, em questão de segundos, a bola saiu de Andrei, para Beto Cachoeira, que abriu para Lalau chegar chutando e igualmente carimbar o pé da trave.

Metropolitano_Flamengo36
Lalau quase marcou mais um nesse chute cruzado, mas caprichosamente a bola foi de encontro ao poste. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo39
Ao deixar o campo, o meia-atacante foi devidamente reverenciado pela torcida. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O duelo estava pegando fogo e ia se encaminhando para dramáticos minutos finais, com os visitantes pressionando e os locais fechando a casinha. Até que, aos 37, dois egressos do banco deram o tiro de misericórdia: Will escapou pela esquerda e cruzou para Guto, livre no segundo pau, se jogar na bola e guardá-la no fundo das redes.

Metropolitano_Flamengo46
Guto ampliou a vantagem. Só uma catástrofe tiraria o caneco do Metrô. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Sem forças para buscar um novo empate, o Flamengo pouco criou nos minutos que restaram. O Metropolitano, com toda a sua experiência, deixou o tempo passar e esperou o apito final de Marcos Vinícius para soltar o grito de tricampeão e finalmente poder comemorar um Estadual dentro de casa.

Mais fotos dos derradeiros 90 minutos

Metropolitano_Flamengo54
Vale destacar o quão guerreiro foi o escrete jaraguaense. Mesmo com uma equipe local e sem conhecer o adversário, jogou de igual para igual e teve grandes chances de levar esse inédito caneco para a casa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Os três títulos em quatros anos – todos devidamente registrados pelo blog – dão uma margem a mais para o lado vermelho de Nova Veneza cornetar, já que o Caravaggio só tem um caneco. O grande trunfo do time do distrito é o Sul-Brasileiro, conquistado em 2014, mas que pode ser igualado já no próximo final de semana, quando o Metropolitano recebe a competição – com cobertura, é claro, d’O Cancheiro.

Metropolitano_Flamengo57
O Flamengo que fez história e levou Jaraguá do Sul pela primeira vez à decisão do Estadual. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo59
Passarela, que sofreu apenas o gol do Flamengo na ida, foi o goleiro menos vazado. Se não fosse ele, a história poder (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo58
Beto Cachoeira, com três gols, levou mais um troféu de artilheiro para casa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo62
Eis o terceiro caneco de Estadual levantado por Cleiton com a camisa do Metrô! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Metropolitano_Flamengo64
Metropolitano tricampeão estadual de amadores! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Galeria de fotos da festa vermelha (o álbum completa, com mais de 100 fotos do jogo e da comemoração, estarão na nossa página no Facebook. Curta lá e acompanhe!)

E ainda tem a reta final do Regional da Larm, onde o Metrô precisa reverter a vantagem do Rui Barbosa para chegar às finais, e a Taça Santa Catarina Não-Profissional, contra o campeão do Oeste, para, aí sim, conhecermos a melhor equipe do Estado. No Norte, o Flamengo já está garantindo nas semis e agora também vai em busca de uma vaga na final da Liga Jaraguaense.

O amador não para! E o blog também não!

Até a próxima!

 

Anúncios

5 comentários sobre “Virou rotina! Metropolitano vence o Flamengo de Jaraguá e conquista o tri do Estadual de Amadores

  1. […] Em 2018, a FCF realizou o campeonato com formato diferente, com a reunião dos quatro campeões regionais: Metropolitano (Sul), Flamengo de Jaraguá do Sul (Norte), Grêmio Cachoeira (Grande Florianópolis) e Rio do Ouro (Vale do Itajaí), que se enfrentaram em semifinal e final em jogos de ida e volta. O Metropolitano para conquistar a taça estadual passou com tranquilidade pelo Grêmio Cachoeira (4×0 e 2×0) e na final teve o Flamengo como adversário. No jogo de ida, empate por um gol em Jaraguá do Sul e na volta, no estádio Darci Marini, o Metropolitano garantiu o tricampeonato com uma vitória de 2 a…. […]

    Curtir

  2. Hey, ocancheiro!

    OK, I‘ve always wanted to be Instagram-famous, too.

    Well, today I’m going to teach you the best way to amazingly change forever the way you Instagram.

    Imagine: it is Friday morning and you told yourself you’d go for a run today.

    You pull out your cell.

    Navigate your way to your page.

    Whoaaa, you think, Over 1000 likes on one picture.

    You put your fuzzy slippers on and head to the kitchen for some tea. After putting on the kettle, you pull out your phone again.

    Presto! Another 87 likes.

    Here comes another one. This time it is not a like but a message from one of your followers. They commend you on your success and let you know they adore waking up to your content.

    The kettle blows and you pour your tea. When you flip out your phone, there is another message–this time from a young girl–thanking you for posting. She follows you religiously and you are an inspiration.

    Within minutes, your phone buzzes AGAIN.

    It’s another message coming in. You glance up at the clock–almost time for the gym. You will have to reply later.
    Listen, ocancheiro, most people just aren’t in control of their life. Hell, they can’t even get themselves to eat a balanced brekky, much less hit the gym.

    I’m going to show you how to take the reigns of your Instagram.

    Now, what if you increased your popularity by 100%, or 1000%?

    Truth is, it is not the most difficult thing in the world to get more. As an example, all the old pros use our website.

    In just minutes after posting, we get your images piled with likes.

    With this you have a big chance to be featured in the “Top Post” section.

    Sound too good to be true? Just follow these steps to get a taste:
    1. Click https://jabbertune.pw
    2. Put in your Instagram username.
    3. The three pictures you uploaded last will get 10 – 15 likes. Just like that.

    Being a regular on that page will supercharge your growth 10x, easy. You know where the answer to fame is. Now reach for it. Are you ready?

    See you soon.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s