Começou a Segundona! No Camilo Mussi, Barra larga com boa atuação e vence o Concórdia pelo escore mínimo

Salve!

Já virou tradição. Comemorando mais um ano de blog – o segundo – novamente O Cancheiro marca presença na abertura da Segundona do Catarinense. Assim como ano passado, o anfitrião foi o Barra, dessa vez jogando no Estádio Camilo Mussi, em Itajaí. O visitante, dessa vez como na abertura de 2015, foi o Concórdia.

Barra x Concordia2
O Pescador, do técnico Luciano Dias, foi a campo com: Gustavo Silva; Luiz Renan, Danilo, Gabriel Silva e Ruan; Luiz Grando (Danillo Romão), Van Basty, Germano e Lucas Silva (Jhonata); Jean Carlos e Sávio (Matheus Leiria). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Barra x Concordia3
O Galo foi escalada assim por Gilmar Silva: Anderson Alberti; Ramon Alves, Dudu, Júnior Sergipano e Talys; Buru, Grégori (Doda), Capinha e Uélison Santana; Bruno Andrade e Douglão (Matheus). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Barra x Concordia1
Gabriel dos Anjos Kretzer arbitrou o duelo. Alex dos Santos e Bruno Muller o auxiliaram e Tainan Bordignon Somensi foi a quarta árbitra. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Siga O Cancheiro no Instagram e curta no Facebook

Depois de um 2016 de altos e baixos, Barra e Concórdia vêm para essa edição da Série B com novos planos. Ambos utilizaram a Copa Santa Catarina Sub-20, no primeiro semestre, para formarem uma base para o elenco e dar experiência aos seus jovens atletas – Pescador e Galo, aliás, foi um dos confrontos da Copinha em que o blog esteve presente, também em Itajaí. Para 2017, ambos contam com capitães familiares ao certame: Jean Carlos, pelo Barra, campeão da Segundona de 2015, e Buru, do Concórdia, campeão em 2016.

Barra x Concordia38
O busão do Concórdia é o que mais rodará o Estado: cerca de 8500 quilômetros, só na primeira fase. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Em sua primeira participação na Série B, o Barra fez uma campanha jus ao modesto elenco que montou, terminando na sétima posição. O Concórdia, por sua vez, começou o certame patinando, mas aos poucos foi se encontrando em campo e alcançou o terceiro lugar, brigando pelo acesso – que não vem desde 2010 – até a penúltima rodada.

Barra x Concordia30
O público registrado no Camilo Mussi foi o pior da rodada: 157 viventes pagaram o ingresso. Ainda assim, considerando o fato de ser um clube novo e de estar jogando fora de sua cidade, o público não foi tão ruim. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Dessa vez entrando para brigar na “primeira página”, na parte de cima da tabela, o Barra tratou de ir para cima logo nos primeiros toques na bola. Com o domínio do meio da cancha, o time da casa começou de forma tímida, estudando o adversário. O experiente Jean Carlos teve a primeira chance, na cobrança de uma falta cavada por ele mesmo, mas Anderson pegou. Logo depois, aos 14, no primeiro lance mais impetuoso do Barra, a bola foi alçada à área duas vezes seguidas; a defesa afastou na primeira, mas, após novo cruzamento de Lucas Silva, Sávio escorou e o zagueiro Gabriel Silva chegou de trás, completando para o gol à la um típico centroavante.

IMG_1882 (2)
O Barra precisou de menos de 15 minutos para abrir o placar. O desafio, agora, é não repetir o filme da estreia do ano passado, quando Luiz Renan abriu o placar aos 30, mas o Pescador acabou sofrendo a virada do Hercílio Luz. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Galo sentiu o baque e, ao contrário do que se esperava, não conseguiu pressionar em busca do empate. Na melhor das chances, o Douglão limpou a marcação e mandou na área para Bruno Andrade, que chegou uma fração de segundo atrasado. Ainda desorganizado em campo, restava ao Concórdia que sua dupla de ataque brigasse pela bola lá na frente, na maioria das vezes sem sucesso.

Barra x Concordia26
Douglão brigando pela bola, que, na maior parte do primeiro tempo, esteve em posse do Barra. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Barra ainda quase ampliou em chute de longe de Luiz Renan e após Jean Carlos matar um cruzamento no peito para Sávio chegar chutando, mas, em ambos os lances, a bola subiu mais que o esperado. O Concórdia ainda cresceu no último terço da primeira etapa, com bolas paradas e tiros de longa distância, mas sem oferecer nenhum perigo efetivo à meta de Gustavo Silva.

Barra x Concordia9
Voou terra, digo, borracha nas divididas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Para a segunda etapa, novamente o Concórdia não cumpriu às expectativas e não conseguiu pressionar pelo empate. Pelo contrário, foi o Barra que esteve mais perto do gol. Germano foi o primeiro a arriscar, em chute colocado, mas mandou por cima. Depois, foi a vez do arqueiro Anderson intervir em cabeceio à queima-roupa de Luiz Grando. Na sequência, Matheus Leiria finalizou para mais uma defesaça do goleiro visitante.

Barra x Concordia50
O Galo do Oeste sofreu com a forte marcação do Pescador. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A essa altura, já era decorrida mais da metade da etapa final e a pressão era toda por parte do clube aurianil. Foi quando o treinador Luciano Dias postou a equipe de forma mais defensiva, buscando explorar os contra-ataques. Se já estava difícil para o Concórdia, a atuação absoluta da defesa local complicou ainda mais as coisas. Para piorar, o Barra ainda assustava nos contragolpes. Aos 40, Luiz Renan avançou e cruzou para Jean Carlos, que quase alcançou no carrinho.

Barra x Concordia37
Luiz Renan, um dos poucos remanescentes do Barra, se multiplicou em campo. Chegava com facilidade ao ataque e, da mesma forma, aparecia na defesa para conter os avanços do lado esquerdo do Concórdia. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Assim como na primeira etapa, o Galo do Oeste demorou para se encontrar nos 45 minutos finais e, quando conseguiu pressionar, já era tarde demais. Cotado como um dos favoritos, o Concórdia terá que fazer uma viagem interestadual para buscar seus três primeiros pontos “em casa”. Sem o Domingos Machado de Lima liberado para a torcida, o confronto contra o Operário de Mafra será disputado no colossal Colosso da Lagoa, na cidade gaúcha de Erechim, na tarde de quinta-feira.

Galeria de fotos do jogo

Ainda que não tenha tanto chão para vencer, o Barra também pegará a estrada no meio da semana. O destino será Tubarão, onde faz um confronto direto contra o Hercílio Luz, também na quinta, só que à noite.

Clique e confira a tabela completa da Série B

Aproveitando a rodada de quinta, O Cancheiro segue suas andanças pela Segundona. Novamente, o destino deverá ser Itajaí. A cancha, entretanto, será uma novidade por aqui.

Sigamos!

Um comentário sobre “Começou a Segundona! No Camilo Mussi, Barra larga com boa atuação e vence o Concórdia pelo escore mínimo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s