Concórdia define partida contra o Blumenau no primeiro tempo e larga com vitória na Segundona

Agora vai: o Cancheiro está no ar!

Abrindo a primeira jornada do blog, no último sábado (dia 13) fui ao Complexo do SESI pela 16ª vez – a primeira para o Cancheiro – acompanhar o mais querido de Blumenau receber o Concórdia, pela primeira rodada da Série B do Catarinense. Enquanto o time do oeste é considerado um dos favoritos ao acesso, o BEC passa por um situação muito difícil, logo após ser abandonado por investidores.

Além de uma torre de chopp para os primeiros mil torcedores que chegassem ao SESI, o jogo tinha outros atrativos, como a estreia do experiente Rodrigo Gral no Concórdia e o reencontro do BEC com sua torcida. Apesar disso, a chuva incessante, o técnico improvisado e o elenco inscrito às pressas contribuíram para o pequeno público de 300 pessoas – sim, sobraram 700 torres de chopp, espero que para o próximo jogo…

Pequena, porém apaixonada torcida presente no SESI (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Pequena, porém apaixonada torcida presente no SESI (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mesmo com grandes poças no gramado, vísiveis de forma clara das arquibancadas, o árbitro Leandro Messina Perrone deu condições para o começo da peleja. O Blumenau, que improvisou até o uniforme para a partida (usou a camisa de 2013 no primeiro tempo), logo mostrou toda a falta de entrosamento, deixando o Concórdia dominar a partida. A defesa blumenauense ainda conseguiu segurar por meia-hora, mas não pode o evitar o gol de Ildemar, que abriu o placar em uma bola que sobrou para ele, sozinho, dentro da pequena área.

????????????????????????????????????
E errou… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Assim a porteira do time do Vale se abriu. E quem estava lá, com toda a sua experiência para aproveitar? Sim, o mito Rodrigo Gral. Aos 41 minutos, o centroavante de 38 anos ficou sozinho dentro da área, recebeu um bom passe e finalizou de cobertura com extrema perícia, sobre o goleiro Jorge. E não parou por aí. Ainda no primeiro tempo, mais precisamente 2 minutos depois de seu primeiro gol, Gral foi lá e meteu mais um, dessa vez de cabeça. Para quem esperava um jogo chato e um possível zero a zero, o primeiro tempo foi completamente o oposto.

Apesar do vai e vem da chuva no Vale, no intervalo fui autorizado a adentrar o gramado a pista atlética do SESI para fotografar a partida de ângulos melhores. E, de fato, não via a hora de sair das arquibancadas e fugir um pouco das fortes cornetas – com razão – dos torcedores blumenauses, devido à pífia atuação do time.

Há duas semanas, rolou o SC Bowl X no SESI (final do catarinense de futebol americano). E as marcas ainda estavam lá... (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Há duas semanas, rolou o SC Bowl X no SESI (final do catarinense de futebol americano). E as marcas ainda estavam lá… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

No segundo tempo, me posicionei próximo à bandeirinha de escanteio e de lá acompanhei um sofrível segundo tempo. Satisfeito com o resultado, o Concórdia apenas se defendeu. Já do outro lado, o Blumenau subia ao ataque sem muita organização. Apesar disso e, mesmo depois da expulsão do meia Cléveron aos 15 minutos, quem ficou mais próximo de marcar foi o time do oeste, que ainda teve boas chances em contra-ataques puxados, principalmente, pelo atacante Dudu Lima.

Deve ter ficado mais difícil fazer gol ou a bola sair, considerando que ela precisa atravessar toda a linha de fundo... Mais resquícios do futebol americano no SESI (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Deve ter ficado mais difícil fazer gol ou a bola sair, considerando que ela precisa atravessar toda a linha de fundo… Mais resquícios do futebol americano no SESI (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
(Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Chegada do lateral Afonso. Detalhe: o BEC, que já havia utilizado o uniforme de 2013 no primeiro tempo, usou o de 2014 no segundo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mas ficou nisso: 3 a 0 e um excelente resultado para o Concórdia nessa largada da Série B. Para o Blumenau, ficou a sensação que tem como fazer melhor, com mais entrosamento e reforços. Após o jogo, o volante Basílio e o centroavante Rodrigo Gral, ambos do Galo do Oeste, concederam entrevista ao Cancheiro destacando a garra do time. “O mais importante é estrear bem para pegar ritmo, confiança e a gente crescer durante a competição. Mas ainda são 19 decisões pela frente. Vamos trabalhar com humildade para lá na frente buscar o fruto do acesso” destacou Gral.

Já sobre o desentrosamento do time do BEC, quem apontou essa como a maior causa da derrota foi o centroavante Diego Viana. O áudio completo da entrevista, onde ele fez fortes críticas aos investidores que sumiram de Blumenau, pode ser conferido abaixo:

O BEC agora busca a recuperação contra o Tubarão, no sul do estado. Enquanto no oeste, o Concórdia busca fazer mais uma boa atuação, dessa vez contra o Porto. Ambos os jogos acontecem na próxima quinta-feira (dia 18), às 20:30.

Saindo de Blumenau e graças às caronas dos grandes Giuliano, maior colecionador de camisas de Santa Catarina, e Murilo, o mais louco do alambrado, o Cancheiro percorreu mais de 500 quilômetros rumo a Seara, onde se fez presente no também chuvoso Juventus 0x1 Brusque.

3 comentários sobre “Concórdia define partida contra o Blumenau no primeiro tempo e larga com vitória na Segundona

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s