Figueirense bate o Inter de Lages, desencanta no Estadual Júnior e entra na briga pelo G4

Dale!

Mal começou o final de semana e O Cancheiro já abriu suas andanças pela Grande Floripa com uma dobradinha em plena sexta-feira. À tarde, três jogos abriram a quinta rodada do Campeonato Catarinense Júnior. Em Palhoça, aos pés do Cambirela, o Figueirense recebeu o Internacional de Lages e lá fomos nós conferir mais uma peleja da gurizada.

Figueirense x Internacional78
O sempre caótico trânsito de Floripa fez O Cancheiro chegar atrasado à cancha, então vamos ficar devendo a foto posada do Figueira. O Furacão do Estreito, sob o comando de Élio Sizenando, foi em busca da primeira vitória com: Vitor; Guilherme Eller (Elyey), Guilherme Olavo (Barbosa), Jhonatan e Felipe Camargo; Jean, Ceará e Malaquias (Lucas Kuhn); Sidney (Nathan), Gabriel (Kleiton) e Matheus Lucas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Figueirense x Internacional79
Os comandados de Fernando Lessa, que posaram para a foto no intervalo, foram assim escalados para a partida: Fabian Volí; Ruan Xavier, Christian, Áthison e Higor Balbino (Victor); Moser, Giovani (Rivaldo), Ton Ton e Juninho; Hebert e Gabriel Lagoa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Figueirense x Internacional46
Trio da Grande Floripa para a partida: Fernando Henrique de Medeiros Miranda, Luis Gustavo Ferreira de Souza e Carlos André Inácio Karkow. Jefferson Dorow foi o quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Das quatro rodadas realizadas até o momento, O Cancheiro esteve presente em três. Duas delas contaram com a presença do Figueira: o empate contra o Joinville, no Norte do Estado, e a derrota para o Avaí, em pleno Orlando Scarpelli. O Inter, pelo contrário, não figura por aqui há cerca de dois anos, quando também foi derrotado para o Leão da Ilha – e, curiosamente, pelos mesmos 3 a 0.

Os dois protagonistas dessa tarde ainda não deslancharam nessa edição do certame. O Colorado até chegou a aprontar contra o Criciúma, batendo o atual vice-campeão no Sul do Estado, mas perdeu suas outras três partidas e chegou à quinta rodada com apenas três pontinhos.

Figueirense x Internacional73
Boa parte do sub-20 colorado também ajudará a compor o elenco profissional na disputa da Copa SC. O arqueiro Fabian Volpi, titular na Série D, é presença confirmada na copinha. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com um ponto a menos que o Inter, o Figueira ainda não conheceu o gosto da vitória. Em fase de transição, o clube do Estreito aderiu ao conceito de time-empresa e renovou todo o seu departamento de futebol, desde o profissional às categorias de base. Alysson Silveira foi demitido após a derrota para o Avaí – é bom deixar claro que a decisão não passou por esse resultado -, e Élio Sizenando assumiu o sub-20. O novo comandante também não foi feliz em sua estreia e perdeu para a Chapecoense.

Os comandados de Élio Sizenando, porém, entraram dispostos a desencantar e não decepcionar seu treinador, que fazia sua estreia em casa. Para tanto, o Furacão precisou de apenas seis minutos para tirar o zero do placar. Em uma falta de dois toques, a bola foi rolada e Ceará mandou na gaveta, sem chances para Fabian Volpi.

Figueirense x Internacional54
O Figueira começou pressionando e não tardou a abrir o placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Três minutos depois, após uma tentativa de bicicleta de Gabriel, a bola sobrou e Matheus Lucas empurrou para o fundo das redes, mas o bandeirinha já havia flagrado uma posição de impedimento do atacante. O Inter respondeu com um chute forte de Gabriel Lagoa e um colocado de Ton Ton, sendo que ambos também encontraram o barbante, mas pelo lado de fora.

Figueirense x Internacional60
Ton Ton chegou a jogar a Copa São Paulo de Juniores, no início do ano, pelo Santos. Hoje, pertence ao Avaí e está emprestado para jogar a Copa SC pelo Inter. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Quando parecia melhor na partida, o Leão Baio acabou sofrendo outro baque. Aos 26, Sidney matou um lançamento longo no peito com extrema maestria, colocou a pelota no chão, venceu o marcador na velocidade e bateu firme, na saída do arqueiro Fabian Volpi, ampliando a vantagem do time da Capital.

Figueirense x Internacional55
Sidney matou a bola com perfeição, colocou na frente e tirou do goleiro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Figueirense x Internacional49
Em 26 minutos, o Figueirense conseguiu fazer o dobro de gols que havia feito nos quatro primeiros jogos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O avaiano Ton Ton, emprestado ao Inter, tentou responder na sequência, após cruzamento de Lagoa, mas Vitor espalmou. Foi a terceira chance clara para o lado colorado, demonstrando que, ao contrário do que indicava o placar, o Figueirense não tinha todo o domínio da partida. Pelo contrário. Com o sempre perigoso placar de 2 a 0 construído, o time alvinegro relaxou e foi deixando o Inter crescer. Até que, quando já eram decorridos os acréscimos da primeira etapa, Gabriel Lagoa bateu firme, em cobrança de falta do meio da rua, furando a barreira e vencendo o goleiro Vitor.

Figueirense x Internacional43
Lagoa encheu o pé e barreira nem viu por onde ela passou. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Figueirense x Internacional50
O gol de desconto saiu no momento certo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O tento colorado mudou totalmente o panorama da partida para a etapa final. Se antes parecia impossível que os lageanos voltassem a surpreender fora de casa, agora o empate não era só plenamente possível, como também provável. Isso porque a esquadra do Estreito regressou desligada ao campo, obrigando Vitor a salvar duas vezes ainda antes dos cinco minutos – o goleirão não deixou por menos e cobrou mais foco dos companheiros.

Figueirense x Internacional67
Vitor ajudou a segurar o ímpeto lageano com uma bela atuação. Nessa, talvez sua única falta, ele saiu catando borboleta e quase se complicou. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Do outro lado, o Inter acabou deixando espaços para os contragolpes alvinegros. No primeiro deles, aos sete, Matheus Lucas fez fila e rolou para Ceará, livre, com todo o espaço do mundo para marcar, mas ele tentou mandar colocado e exagerou na preciosidade, acertando a parte externa das redes. Depois, Gabriel também teve sua chance de ampliar, mas, por centímetros, não alcançou o chute cruzado de Elyey. O Inter respondeu em um chute de Hebert, que, mesmo de rosca, pegou efeito e morreria no ângulo de Vitor, mas o arqueiro novamente voou para atacar a pelota.

Figueirense x Internacional61
Juninho, assim como Ton Ton, entrou com motivação extra para bater o Figueira. Ele também pertence ao Avaí e foi emprestado para compor o elenco profissional. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Isso tudo com menos de 15 minutos do segundo tempo. Após isso, o Figueirense enfim conseguiu encaixar a marcação e a esquadra lageana foi cansando, diminuindo o ritmo. Para piorar a situação, Ton Ton, um dos que mais buscavam o jogo pelo lado dos visitantes, se envolveu num entrevero com Jean, aos 30, e ambos foram para o chuveiro mais cedo.

Figueirense x Internacional47
Hebert já tinha amarelo; Ton Ton não. Para igualar, Fernando Miranda aplicou o vermelho direto para ambos. Por isso a reclamação efusiva do atleta colorado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Para o Figueira, a expulsão do volante não foi tão sentida, pois havia reposição. O Inter, pelo contrário, perdeu uma de suas principais peças do meio para a frente. O Colorado continuou com a posse e rondando a área adversária, mas só conseguiu infiltrá-la através da bola área, sempre rechaçada pela eficiente defesa alvinegra.

Figueirense x Internacional44
Lagoa e Vitor, após uma dividida pelo alto, ficaram estendidos no gramado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Os espaços na defesa lageana, naturalmente, continuaram aparecendo. Matheus Lucas, um dos maiores destaques do Furacão até agora nesse Estadual, aproveitou o flanco direito, engatou a quinta marcha e aliou suas duas grandes qualidades: velocidade e força. O atacante entrou como quis, com um fôlego que nem parecia que já eram decorridos 45 do segundo tempo, e bateu cruzado, ampliando para o time da casa e fechando a contagem: Figueira 3 a 1.

Figueirense x Internacional56
Mais uma grande atuação do atacante Matheus Lucas. Ele tinha anotado o único tento alvinegro até essa partida – e deixou mais um. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Apesar do tempo regulamentar já esgotado, ainda havia tempo para outra confusão. Gabriel Lagoa foi parado por Barbosa com um golpe na altura do seu pescoço; no momento da queda, o atacante ainda tentou acertar um pontapé no marcador. Mesmo com o atleta lageano tendo que deixar o gramado de ambulância, imobilizado, Fernando Miranda não sentiu pena e o expulsou junto com o zagueiro, igualando a quantidade de cartões vermelhos com a de gols. Depois de mais de 10 minutos de jogo parado para o atendimento, o Inter até tinha uma boa falta, mas o treinador Fernando Lessa, incrédulo com a expulsão de seu atleta, simplesmente tirou o time de campo.

Figueirense x Internacional40
Enquanto Lagoa recebia o atendimento junto à lateral, os jogadores se estranhavam no meio da área. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Figueirense x Internacional41
O atacante teve que ser retirado de ambulância e, por precaução, foi encaminhado ao hospital, mas, felizmente, passa bem. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O primeiro triunfo alvinegro enfim saiu. De vice-lanterna, a equipe subiu e chegou ao quinto posto, o primeiro fora da zona de classificação, a dois pontinhos do Joinville – o Figueirense contou com uma ajudinha do rival Avaí, que goleou o Tricolor fora de casa e segue sobrando no campeonato. Para entrar de vez no G4, o Furacão terá que soprar suas rajadas pelas bandas do Sul, já que enfrenta Atlético Tubarão e Criciúma fora de casa nas duas últimas rodadas.

Figueirense x Internacional71
Finalmente saiu o primeiro triunfo alvinegro no Estadual. Agora, já que a zica foi embora, o time vai em busca da classificação no Sul do Estado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com três pontos, o Inter de Lages perdeu a posição justamente para o seu algoz dessa tarde. Precisando tirar quatro pontos do JEC nesses últimos dois jogos, o Leão Baio ainda sonha com a classificação – que não está assim tão distante, já que recebe o lanterna Metropolitano na próxima rodada e encerra a primeira fase com um confronto direto contra o Coelho, no Norte. A principal meta, entretanto, é dar cancha para os jovens jogadores que integrarão, em grande número, o elenco que disputará a Copa Santa Catarina profissional, a partir do próximo dia 8 – ah, adivinha? O Cancheiro está contando os dias para começar a cobrir esse torneio.

Galeria de fotos do duelo litoral-serra

Saindo de Palhoça, seguimos em direção ao Norte, ainda na Grande Floripa, para dar vez ao amador e conferir a semifinal da Licob, em Governador Celso Ramos. Mas isso é assunto para logo mais.

Inté!

Um comentário sobre “Figueirense bate o Inter de Lages, desencanta no Estadual Júnior e entra na briga pelo G4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s