Esperança goleia o Maizum e conquista o bi da Licob de forma arrasadora

Buenas!

No domingo o foco do blog voltou ao nosso velho e bom futebol amador da Grande Floripa. A tradicional e fortíssima Liga de Futebol da Comarca de Biguaçu, a Licob, teve sua decisão realizada na Serraria, no lado josefense da divisa com o município onde é sediada. Por lá, a briga pelo caneco ficou entre os locais do Esperança e o Maizum, de Governador Celso Ramos.

Esperanca_Maizum05
O Esperança, do técnico Silvano Mello, saltou à cancha com: Flávio; Mateus (Rafael), João, Kaká e Sarará (Laion); Fábio Fidelis, Marcelo Fattori (Lucas), Gustavo e Cheirinho; Kleyffer e Elivelton (Jonatan). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum06
O Maizum, treinado pelo ex-Avaí Colatina, foi para a final com: Élinton; Volpi, Banana, Júlio (Del) e Delson (Manoel); Eltinho, Mineiro, Leandro e Jaques; Marcelo (Lelê) e Dheividi. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum07
Trio de arbitragem composto por Joel Reis Alves Júnior, Carlos André Inácio e Anderson Adriano. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Curiosamente, já é o sexto jogo da Licob que cobrimos e todos foram além dos limites de Biguaçu: três em Governador Celso Ramos, dois em Antônio Carlos e agora em São José. Dessa vez, até o caneco ficaria com um clube de fora. Para fazê-lo regressar ao solo gancheiro depois de dezessete anos – o último e único campeão local foi o Pescador, em 1991 -, o Maizum precisava reverter a vantagem de 2 a 1 adquirida pelo Esperança no jogo de ida ou igualá-la, para levar a disputa para os pênaltis.

Esperanca_Maizum01
É a primeira final de Licob que o Estádio Paulo Goudel Hauptli, inaugurado em 2013, recebe. A cancha fica exatamente sobre o riacho que divide as cidades de São José e Biguaçu, com metade do campo para cada lado (como eu tentei explicar nesse post do ano passado), mas a entrada e a sede ficam no lado josefense. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Defronte a sua torcida, apenas o empate bastava para que a taça ficasse na Serraria pela segunda vez na história – a outra foi conquistada pelo Esperança em 2006. Para tanto, o clube investiu pesado e trouxe o técnico Silvano Mello e sua trupe, campeões pelo Biguá na última temporada, além de alguns reforços pontuais, como o atacante Kleyffer, um dos principais nomes do futebol amador de Santa Catarina, e o goleiro Flávio Kretzer, campeão do mundo pelo São Paulo, em 2005.

Esperanca_Maizum02
As equipes foram recebidas com muita festa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum03
Os visitantes, posicionados onde teoricamente é Biguaçu, também fizeram bonito. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com uma verdadeira máquina em campo, o Esperança foi no embalo da torcida e pressionou desde o princípio. Foram necessários cinco minutos para que o zero saísse do placar: Gustavo, irmão do ídolo avaiano Marquinhos, arriscou de fora da área, a pelota desenhou uma trajetória venenosa e acabou pegando o arqueiro Élinton no contrapé. Tardou mais dez minutos para o segundo tento: em falta igualmente de longe, o zagueirão Kaká encheu o pé e mandou no canto de Élinton, que acabou aceitando novamente.

Esperanca_Maizum10
Por que não testar o goleiro? Foi o que pensou Gustavo, quando encheu o pé e abriu o placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum11
O meia fez o gol e foi para junto dos VERDOIDÕES comemorar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum13
Quase que da mesma posição, Kaká soltou a perna e fez o segundo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum14
Fábio Fidelis ficou esperando o cruzamento na área, mas o que ganhou mesmo foi o abraço do companheiro.(Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Tudo levava a crer que o caneco não escorregaria das mãos do Esperança. Até os 25 minutos, os locais ainda viriam a desperdiçar duas grandes chances, parando em defesaças de Élinton, que tentava se redimir dos gols sofridos. Isso até a entrada de Manoel, no lugar do lesionado Delson, que deu um ânimo novo para os visitantes. Após um cruzamento do próprio lateral, aos 30, Gustavo dividiu com Banana e tocou a mão na bola. Joel Reis Alves Júnior, em cima do lance, assinalou a penalidade. Dheividi foi para a cobrança e não titubeou defronte a muralha Flávio Kretzer, diminuindo a diferença.

Esperanca_Maizum15
Bem posicionado, Joel Reis Alves Júnior flagrou a penalidade. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum16
Dheividi bateu com foça e no canto. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum17
O próprio atacante foi ao fundo das redes buscar a pelota para agilizar uma possível reação. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O jogo ficou lá e cá. Flávio ainda foi exigido por duas oportunidades e trabalhou para que a vantagem seguisse. Vantagem, essa, que foi ampliada aos 44, quando Gustavo provou o dom familiar e bateu falta com maestria, na cabeça de Elivelton, que só teve o trabalho de deslocar o goleiro. Dois minutos depois, o bravo Maizum, entretanto, não se deu por vencido e foi atrás de mais um: Manoel levantou na área e Dheividi subiu mais alto para testar firme, no ângulo.

Esperanca_Maizum20
Elivelton subiu sozinho para guardar o terceiro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum21
E foi comemorar com o nome da partida até então, o meia Gustavo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum22
Dheividi fez mais um, mas novamente não quis saber de comemorar, mas sim carregar a pelota até o círculo central. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A frenética primeira etapa deu lugar a um segundo tempo mais cadenciado e administrado de forma magistral pelo Esperança. Para não dar novas chances ao azar, o time da Serraria seguiu impondo seu ritmo e ampliou logo aos dez, quando Elivelton mandou na trave e Kleyffer apareceu para conferir no rebote.

Esperanca_Maizum24
Cheirinho cabeceou para o gol, mas o lance já estava parado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum25
Kleyffer deixou o dele mandou um calm down. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum26
Depois, como não podia deixar de ser, foi abraçar o pai, repetindo a cena de outros tantos campeonatos, como o título com o Floresta ano passado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Sete minutos depois, o golpe de misericórdia: Kleyffer aplicou um lindo lençol em Júlio e levantou para o zagueiro João ganhar no alto do goleiro e marcar o quinto. Sem forças para ir atrás de um milagre ainda maior, o Maizum tratou de segurar as pontas para não sofrer um placar ainda mais elástico. O Esperança, satisfeito com o marcador, só esperou o tempo correr para enfim celebrar o bicampeonato em casa.

Esperanca_Maizum27
João subiu mais alto até que o arqueiro e fechou a conta: 5 a 2 e bicampeonato para o Esperança. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum28
A festa tomou conta do gramado após o último apito de Joel Reis Alves Júnior. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mais fotos da decisão

 

A goleada na final encerra uma campanha arrasadora do Esperança. De 18 jogos, o rolo compressor da Serraria venceu 17. Só não ficou no 100% porque empatou com o próprio Maizum, fora de casa, no returno da primeira fase. Foram 71 gols marcados, média de quase quatro por partida. Ou seja, o caneco não poderia ficar em melhores mãos.

Esperanca_Maizum33
Do 1 ao 9: Flávio Kretzer foi o goleiro menos vazado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum32
E Elivelton o artilheiro do certame. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum34
Kaká foi o responsável por levantar o troféu. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Esperanca_Maizum35
Esperança bicampeão da Licob. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Galeria de fotos da celebração verde

 

A galeria completa, com todas as fotos do jogo e da festa (mais de 150!), estará na nossa página no Facebook. Curte lá e fique ligado!

O Cancheiro está também no Instagram. Segue lá!

A não ser que a liga ponha em prática algum torneio federado até o final do ano, infelizmente não veremos Esperança e Maizum na próxima edição da Copa Interligas. Já os municipais de Florianópolis e São José, que classificam para o regional, estão adentrando suas retas finais e devem figurar por essas páginas, deixando acesa a chama, que hoje não passa de fagulhas, do futebol amador da Grande Floripa no blog.

Abraço e até a próxima!

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s