Pela abertura da Taça Serramar, Serraria bate o Tramandaí com autoridade e já desponta na liderança

Mas que tal!

O Cancheiro voltou a cruzar o Mampituba para uma cobertura mais do que especial. Desde que o blog é blog, a Taça Serramar é uma das grandes metas, dado seu nível técnico e tradição. Com esquadras praticamente profissionais, oito clubes deram início, nesse sábado, a mais uma edição do certame. A abertura ficou a cargo do atual campeão Serraria, que recebeu o Tramandaí em Santo Antônio da Patrulha – e é para lá que eu fui, honrando minhas veias patrulhenses.

Serraria x Tramandai37
O atual campeão Serraria entrou em campo com: Gil Grando; William (Diogo Bahia), André (Cleomar), Léo Kanu e Jajá Soares; Ronaldo Raupp (Thiago Machado), Diogo (Nico), Hyago e Wagner; Júlio Abu (Luisinho) e Jajá (Marcelo Labarthe). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai38
O Tramandaí, do técnico Fio, foi escalado com: Juliano; Michel, André (Xuxa), Teco (Maicon Flores) e Vitinho; Márcio, Maycon, Anderson Oliveira (Diego) e Marcelinho (Anderson), Michael (Alex) e Rafael Porcellis. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai39
Anderson Farias, da CBF, comandou a abertura. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A competição, que reúne as equipes do nordeste gaúcho – encosta da serra e litoral norte, por isso o nome “Serramar” -, ganhou ainda mais status com a indicação do seu campeão para a disputa do Sul-Brasileiro de Amadores. O Serraria, que já confirmou presença, se juntará a Iguaçu, de Curitiba, Ferroviários, de Bragança Paulista, e ao anfitrião Metropolitano, de Nova Veneza, na edição desse ano. Os jogos acontecerão no Estádio Darci Marini, onde estivemos no dia anterior para conferir a abertura do Estadual de Amadores de Santa Catarina.

Serraria x Tramandai14
O pavilhão auriverde tremulou na Costa do Miraguaia. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com o Rio Grande do Sul desprovido de uma união entre as ligas e de apoio da Federação Gaúcha de Futebol, não temos o Gauchão Amador desde 2014. Resta, então, voltar o foco para as competições que resistem bravamente e não deixam o futebol amador, a nível intermunicipal, morrer no Estado, como a Liga Serramar. Nela, desfilam atletas profissionais, com passagens marcantes pela dupla Gre-Nal e pelo interior.

O próprio Serraria, na busca de defender o título, montou uma esquadra que bateria de frente com qualquer equipe da Divisão de Acesso do Gauchão. Nomes rodados, como Wagner, Jajá, Marcelo Labarthe, Léo Kanu e Júlio Abu, compõem o elenco patrulhense. Do outro lado, o novato Tramandaí, fundado a partir do antigo Tabajara, tem como destaques o zagueiro Teco, finalista da Libertadores com o Grêmio, e o atacante Rafael Porcellis, oriundo da base do Inter com uma grande carreira na Europa.

Serraria x Tramandai36
A abertura oficial da Liga Serramar contou com os pavilhões dos nove municípios que a compõem. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Depois de todo o cerimonial de abertura, repleto daquela velha politicagem, a bola rolou no campo da Associação Alvorada com quase uma hora de atraso. Os dois times, entretanto, compensaram a espera com uma partida digna da abertura. Os primeiros minutos foram de intensa pressão dos mandantes. Após boa jogada de Diogo, Jajá deu de letra, mas Juliano, ligado, defendeu. No lance seguinte, Júlio Abu devolveu para o camisa 9, que encheu o pé e carimbou o poste; no rebote, a bola caiu nos pés do zagueiro André, que bateu rasante e Juliano fez outro milagre, salvando com o pé.

Serraria x Tramandai13
Pressão do Serraria logo no começo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai02
Defesaça do arqueiro Juliano, com o pé esquerdo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Lá atrás, a defesa também fazia sua parte para conter os rápidos ataques do Tramandaí, que tentava aproveitar os espaços deixados pela ultraofensiva postura dos locais. E não demorou muito para ela fazer efeito. Aos 13, André, prestativo também no ataque, escorou um cruzamento no alto para Wagner, que se antecipou a Juliano e anotou o primeiro tento da Taça Serramar.

Serraria x Tramandai04
André escorou para a área… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai05
…e Wagner se antecipou à marcação para testar no ângulo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai51
O meia – aquele mesmo, ex-Caxias e Brasil de Pelotas – assinalou o primeiro tento da Serramar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Tramanda seguiu buscando os espaços para contra-atacar e buscar o empate. O maior susto dos visitantes saiu numa falta cobrada no segundo pau, em que o também zagueirão André apareceu para cabecear no ângulo, mas Gil Grando mostrou serviço e espalmou. As melhores chances seguiam saindo pro lado patrulhense. Aos 30, Wagner quase fez um gol antológico: mesmo sem ângulo, o meia dominou uma bola que parecia perdida, deixou ela subir e mandou de bicicleta, de cobertura, tirando tinta da trave. Logo depois, Júlio Abu cavou uma falta pela esquerda para ele próprio cobrar e mandar no travessão.

Serraria x Tramandai01
Léo Kanu apareceu na hora H para travar a finalização de Porcellis. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai41
Júlio Abu, campeão gaúcho com o Novo Hamburgo, é outro destaque do time patrulhense. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A julgar pela produtividade na primeira etapa, o placar parcial saiu barato para o Tramandaí. Para o segundo tempo, entretanto, os visitantes regressaram com outra postura e precisaram de apenas dois minutos para empatar. Após roubar a bola no meio, o time trabalhou ela pelo chão, até chegar em Vitinho, que abriu para Porcellis cruzar na medida para Anderson Oliveira completar para as redes.

Serraria x Tramandai15
O Tramanda voltou ligado e chegou ao empate, com Anderson Oliveira. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai19
Não é por acaso que Santo Antônio é a capital da rapadura. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O gol serviu para acordar o time da casa. A falta de pontaria, aliada a um certo azar, não se fez presente na segunda etapa. Já no lance seguinte, pouco mais de um minuto depois do empate, Jajá aproveitou uma sobra no segundo pau e teve tempo e liberdade para dominar e bater rasteiro, sem chances para Juliano. Sete minutos depois, o artilheiro voltou a mostrar oportunismo: após jogadaça de Júlio Abu, que bateu rasteiro para a defesa de Juliano, Jajá estava lá para conferir e enfim abrir um vantagem de dois gols.

Serraria x Tramandai17
Didi, o presidente do Serraria, comemorando o gol que colocou sua equipe de volta à dianteira do placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai16
O matador Jajá tratou de desempatar a partida e meteu logo dois de uma vez. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Tramandaí, entretanto, não estava disposto a vendar barato a derrota. Aos 20, o escrete praiano voltou a ir às redes com Alex, que aproveitou a plantada defesa local num tiro de córner para subir sozinho e testar com força para descontar. A pressão passou a ser do time visitante, que, ainda assim, não conseguiu criar oportunidades claras de gol no decorrer da segunda etapa. Para piorar, o golpe de misericórdia veio dos pés do inspirado Wagner, nos acréscimos, que aproveitou uma sobra pela esquerda para encher o pé e estufar as redes de Juliano pela última vez, dando números finais à peleja: 4 a 2.

Serraria x Tramandai23
Alex entrou e deixou o dele. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Serraria x Tramandai30
Mas a tarde era mesmo de Wagner. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mais fotos do jogo

O escore elevado serviu para que o Serraria já largasse na ponta da tabela. No domingo, três jogos completaram a rodada inaugural: Capão da Canoa/Xangri-Lá 1×1 Mar Azul, União da Vila 2×2 Osoriense e Guarani de Torres 0x2 Central. Na próxima rodada, o Serraria vai à vizinha Osório visitar o Osoriense, enquanto o Tramandaí recebe o Capão da Canoa/Xangri-Lá para um confronto tipicamente praiano.

Apesar de ser um torneio de tiro curto, o blog já fica na torcida para que a competição se estenda até meados de dezembro, para que possamos conferir sua reta final – afinal este que vos escreve deve ser o único morador de Florianópolis que troca a tal Ilha da Magia pelo Litoral Gaúcho nas férias de verão.

Garantido que vá aparecer novamente por essas páginas é apenas o Serraria, que no feriadão do dia 15 de novembro cruzará o Mampituba na direção oposta para encarar a disputada do Sul-Brasileiro, em Nova Veneza. E lá estaremos nós, por supuesto.

Aquele abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s