Olaria confirma superioridade doméstica, goleia o Lageadense e fatura o hepta do Municipal de Guabiruba

Buenas!

Domingão foi dia de acordar bem cedo e rumar novamente ao Vale do Itajaí. No bizarríssimo horário de NOVE E MEIA da manhã, Olaria e Lageadense adentraram o gramado do reformado Estádio Orlando Westarb para a grande decisão do Campeonato Municipal de Guabiruba.

Olaria x Lageadense41
O Olaria, do técnico Osnildo Westarb, foi para a decisão com: Jelson; Chico (Jackson), Iuris (Evandro), Victor (Ailton) e Foca; Willian, Guto, Gil (Marcos (Andrei)) e João; Godo (Nathan) e Dener (Túlio). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense07
O Lageadense, treinado por Brian Mannrich, brigou pelo caneco com: Sandro; Emerson (Sérgio), Sidi, Darlan e Reginaldo (Filipe); Iury, Fabrício (Fagner), Josi (Paulo Henrique) e Eder; Paulo César (Gabriel) e Júnior (Buiú). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense58
Édson da Silva, da CBF, apitou o duelo, auxiliado por Tiago de Souza e Laurindo Schaefer Bianchezzi. Márcia Hochsprung Watanabe, a secretária de esportes do município, os acompanhou na foto. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A cancha, assim como o time da casa, não é novidade aqui no blog. Estivemos no Bairro Guabiruba Sul no primeiro semestre de 2017 para conferir um compromisso do Olaria pela Copa Krona, o Regional da Liga Blumenauense. Já o rival dessa final era um velho objetivo do blog: o igualmente simpático Lageadense – sim, com G, o pessoal de Lajeado vai ter um ataque de nervos ao ver esse nome na listinha do blog.

Olaria x Lageadense05
As equipes entraram lado a lado no gramado do Orlando Westarb. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense54
E perfilaram para os hinos do Brasil e de Guabiruba. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

As duas agremiações tricolores – ambas verde, vermelho e branco – chegaram até aqui sem maiores empecilhos. O Olaria, buscando o hepta, passou o trator nos seus adversários. Em seis jogos, foram cinco vitórias e um empate, contra o Cruzeiro, e dezesseis gols assinalados. O Lageadense, com um jogo a mais durante o certame, sofreu apenas um revés – para o São Pedro – antes do primeiro jogo da decisão, quando foi derrotado pelo Olaria em casa.

Olaria x Lageadense08
Mesmo com o horário atípico, o povo guabirubense levantou cedo e compareceu em bom número à Sociedade Olaria. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mesmo jogando pelo empate, o escrete da Guabiruba Sul não quis saber de surpresas e partiu para cima desde o começo, fazendo um primeiro tempo louvável. Depois de uma primeira metade mais estudada por parte das duas equipes, o Olaria foi crescendo aos poucos e abriu o placar aos 25, quando Dener bateu escanteio e Godo subiu em meio à marcação para completar para as redes.

Olaria x Lageadense46
Em meio à confusão na área, Godo conseguiu cabecear para a meta e abrir o placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense17
O ídolo do Olaria chegou ao quinto gol no certame. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com o domínio quase que completo do Olaria, o Lageadense raramente chegava com perigo ao campo de ataque. Quando conseguia, acabava deixando o capricho de lado e pecando seja no último passe ou na finalização. Aos 45, com os visitantes jogando de forma mais ofensiva, Godo teve espaço para contra-atacar e sair na cara do goleiro; o artilheiro, porém, surpreendeu e tocou atrás para a chegada de Guto, mas Sandro, corajoso, se jogou nos pés do meia e salvou; no rebote, a bola sobrou para Godo, mas o arqueiro novamente fechou bem o ângulo.

Olaria x Lageadense14
Édson da Silva, bem ao seu estilo, coibiu qualquer tipo de confusão, amarelando os atletas a qualquer reclamação. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense45
O goleiro Sandro desempenhou um ótimo papel, salvando o Lageadense de uma goleada já na primeira etapa. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com a entrada de Buiú e Fagner, a equipe do Lageadense se tornou mais ofensiva para e etapa derradeira. Disposto a acabar de vez com a conversa, o Olaria partiu para a pressão e ampliou a vantagem logo aos seis: em falta pela esquerda, João ajeitou com carinho e, quando todos esperavam um cruzamento, mandou lá na forquilha, encobrindo Sandro.

Olaria x Lageadense40
Olha onde foi parar a bola de João. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense15
Olaria cada vez mais perto do hepta. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O 3 a 0 no placar agregado fez o Lageadense finalmente acordar para a decisão. Aos 14, em uma jogada protagonizada por dois atletas egressos do banco de reservas, Fagner deu um belo passe no meio da zaga para Buiú, que avançou livre e bateu firme, no alto, sem chances para Jelson.

Olaria x Lageadense12
Buiú pegou bem na bola. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense16
E correu para o abraço. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Na base da pressão, o Lageadense foi chegando e aproveitando a defesa em linha do Olaria, que por mais duas oportunidades deu liberdade para Buiú: na primeira, foi assinalado um duvidoso impedimento; depois, em lance semelhante ao gol, o atacante recebeu livre, cara a cara com Jelson, mas não teve a mesma frieza e pegou muito mal na bola – ninguém entendeu se ele tentou uma cavadinha ou bater colocado.

Olaria x Lageadense19
Buiú teve espaço para fazer mais, mas não teve a mesma calma do primeiro gol. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense34
Nessa, Jelson chegou primeiro e agarrou. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Fato é que, se empatado o jogo àquela altura, teríamos uma final completamente diferente. Mas, como a bola pune, foi o Olaria que, mesmo em meio ao melhor momento do Lageadense, chegou ao gol. Godo, mais uma vez com liberdade, foi à linha de fundo pela esquerda e cruzou rasteiro na área; na ânsia de cortar, Filipe acabou mandando contra seu próprio patrimônio, praticamente selando a conquista para o rival.

Olaria x Lageadense10
Godo continuou tendo espaço para jogar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense50
O lamento de Sandro e Filipe pelo gol contra. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Faltando vinte minutos para o fim do tempo regulamentar, o Lageadense nitidamente sentiu o baque do gol contra e não conseguiu mais ter o mesmo ímpeto para voltar a construir uma virada. Para piorar, aos 34, Godo recebeu de costas para o gol, totalmente marcado, mas conseguiu girar com uma tremenda facilidade e mandar no ângulo, chegando à artilharia da competição e decretando o hepta do Olaria.

Olaria x Lageadense13
Os visitantes passaram longe do segundo. Nem nas bolas paradas a equipe do Lageado Baixo levava perigo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense23
O lamento de Fagner deixou claro que já não havia mais o que fazer. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mais fotos do jogo (a galeria completa estará na página do blog no Facebook. Curta lá e fique ligado!)

O apito final de Edson da Silva deu início a uma grande festa no gramado do Orlando Westarb, com a comunidade da Guabiruba Sul comemorando em torno de seus heróis. O título selou também um ótimo 2017 do Olaria, terceiro colocado da Copa Krona no primeiro semestre. Como o foco das duas equipes será o futebol profissional no ano que vem, a agremiação de Guabiruba já entra como uma das favoritas a copar o Regional e possivelmente sediar o Estadual de Amadores.

Olaria x Lageadense20
Édson da Silva pediu a bola. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense04
E a festa irrompeu o campo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense28
Osnildo Westarb se mostrou orgulhoso pela sua equipe, que acabou tornando fácil o que seria uma dura final. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense39
Diego recebeu o troféu de artilheiro da competição sob os protestos do Olaria. O atacante do Cruzeiro fez os mesmo seis gols que Godo, mas, obviamente, em menos partidas – critério um tanto quanto duvidoso. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Olaria x Lageadense02

Olaria x Lageadense56
E yuri a revelação. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense53
Jelson, com seis gols sofridos em sete jogos, foi o arqueiro menos vazado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense01
O Cruzeiro, do Bairro Aymoré, eliminado nas semis para o Lageadense, levou o troféu de quarto colocado. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense60
O São Pedro, que teve o campeão Olaria como algoz, ficou com o terceiro posto. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense55
Pelo segundo ano consecutivo, o Lageadense teve que se contentar com o vice. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense47
Willian foi o responsável por erguer o caneco. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Olaria x Lageadense03
Olaria heptacampeão municipal de Guabiruba! (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Cancheiro, aliás, foi um grande pé quente para o Olaria. Foram três vitórias em três jogos defronte às nossas lentes, com uma baita média de quatro gols por partida. Esperamos voltar a colocar o Olaria novamente em pauta ano que vem e, principalmente, conhecer novas canchas pela cidade, como o Estádio Reinaldo Batschauer, em Lageado Baixo, a casa do Lageadense.

Ainda no domingo, seguimos pelo Vale do Itajaí (-Mirim) para acompanhar o primeiro duelo da final da Copa SC. As fotos estão lá na página do Bruscão no Facebook.

2017 está acabando, mas o fôlego do blog para novas viagens e coberturas ainda vai longe.

Siga ligado e aquele abraço!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s