Brusque bate o Inter de Lages e se despede do Augusto Bauer com 100% na Copa Santa Catarina

Buenas!

O Estádio Augusto Bauer recebeu uma despedida, ainda que momentânea, na tarde desse domingo. O estado deplorável do gramado pertencente ao Carlos Renaux obrigou a diretoria do Brusque a deixar sua tradicional casa nesse restante da temporada e se mudar para a vizinha São João Batista. Ainda sem o aval da Federação Catarinense de Futebol, o clube recebeu o Inter de Lages para sua última partida no Gigantinho em 2018.

Brusque x Inter de Lages07
O Marreco, sob o comando de Pingo, foi a campo com: Dida; Edilson, Cleyton, Ianson e China; Mineiro, Zé Mateus, Luizinho (Carlos Alberto) e Eliomar (Anderson Safira); Jefferson Renan (Tiago Pará) e Weverton. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Brusque x Inter de Lages03
O Leão Baio, do técnico Fernando Lessa, jogou com: Vandré; Desailly, Gustavo, Baggio e Garcia; Bruno Sena, Julen Sandy, Mateus Arence, Marcos Paraná e Tiago Alagoano; Alessandro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Brusque x Inter de Lages06
Trio de arbitragem composto por Rodrigo D’Alonso Ferreira, Eli Alves Sviderski e Alexandre Palamar. Tiago Soares dos Santos foi quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mesmo com os percalços apresentados pelo acidentado relvado, a equipe de Pingo – que curiosamente presa pela bola no chão – ganhou seus duelos em casa pela Copa Santa Catarina contra os itajaienses Almirante Barroso e Marcílio Dias e, somando-os à goleada sobre o Operário, em Itaiópolis, vem de uma excelente campanha no Grupo B, com 100% e a liderança isolada. Ainda que perca o confronto para o Inter, o Brusque não se vê ameaçado pelo segundo colocado Atlético Tubarão, quatro pontos atrás.

Brusque x Inter de Lages04
Elenco quadricolor saudando a torcida em seu último jogo em Brusque no ano. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Colorado Lageano, pelo contrário, não tem muito o que comemorar na atual temporada. Depois do rebaixamento no Catarinense e da eliminação na segunda fase da Série D, o Inter montou uma equipe modesta para a Copa e, das três primeiras rodadas, venceu apenas na estreia, contra o Operário de Mafra, em casa.

Brusque x Inter de Lages05
Quadricolor e Colorado perfilados para as execuções dos hinos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A diferença entre as duas equipes ficou nítida logo nos primeiros minutos de bola rolando – ou quicando – no Augusto Bauer. O Brusque começou atropelando e, aos três, já na sua terceira finalização, chegou ao gol: Zé Mateus avançou pela direita e cruzou na medida para Weverton mandar um testaço certeiro para o fundo das redes.

Brusque x Inter de Lages09
Vandré apenas observou, sem reação, o balaço de cabeça desferido por Weverton. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Brusque x Inter de Lages10
Foi o terceiro gol do centroavante, teoricamente reserva de Hélio Paraíba, afastado por lesão no púbis. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Brusque x Inter de Lages11
Weverton precisou de apenas três minutos para correr para o abraço. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com a forte marcação alta brusquense, umas das principais marcas dessa equipe, os espaços seguiram surgindo, especialmente pela direita. Foi de lá que saiu o segundo gol, aos quinze, quando a defesa colorada se enrolou para cortar um cruzamento de Edilson e entregou nos pés de Jefferson Renan, que aproveitou a sobra, girou e bateu de primeira, rasteiro, sem chances para Vandré.

Brusque x Inter de Lages30
O Inter estava com problemas para segurar o lado direito do Brusque. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Brusque x Inter de Lages12
Jefferson Renan, oportunista, marcou seu segundo gol no certame. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Mal havia passado um terço da primeira etapa e a conta já parecia liquidada. Os mandantes, entretanto, não tiraram o pé e seguiram em busca de mais. Do outro lado, ainda que os lageanos tentassem manter a posse, nada era criado e o arqueiro Dida apenas assistiu o decorrer da primeira etapa, sem ser exigido.

Brusque x Inter de Lages08
Luizinho fez mais uma boa partida na meia-cancha brusquense. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Na etapa final, o Brusque não encontrou os mesmos espaços e, aos poucos, os visitantes foram equilibrando as ações. O roteiro lembrou o duelo entre as duas equipes na Copa Santa Catarina do ano passado, quando o Marreco abriu uma boa vantagem de 4 a 1, mas foi deixando o Leão Baio gostar do jogo no decorrer do segundo tempo e acabou levando dois gols, sofrendo mais do que o necessário.

Brusque x Inter de Lages01
Mesmo com o jogo aparentemente liquidado, a torcida quadricolor não parou de alentar a equipe. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Inter teve a grande chance de descontar aos quinze. Gabriel Jesus, recém egresso do banco – arrancando sinceras gargalhadas da torcida, devido ao seu nome “selecionável” -, invadiu a área e foi derrubado por Ianson. Pênalti assinalado por Rodrigo D’Alonso Ferreira. Se Dida ainda não havia mostrado serviço, essa era a hora. Tiago Alagoano bateu mal e o arqueiro pegou; a bola subiu e, no rebote, Marcos Paraná emendou um sem pulo, mas Dida espalmou e completou o milagre.

Brusque x Inter de Lages02
Tiago Alagoano não pegou bem na bola e Dida caiu para defender. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Foram as duas e únicas defesas do arqueiro brusquense. O lance foi um balde de água fria nas pretensões lageanas. A equipe caiu de rendimento e viu o Brusque voltar a tomar as rédeas da partida. Para piorar, Garcia foi expulso aos 30, após segundo amarelo. Com a vantagem no placar e numérica, coube ao Quadricolor apenas administrar e garantir três pontos mais.

Mais fotos da partida

Com o triunfo, o Brusque seguiu quatro pontos à frente do Tubarão, que meteu 5 a 1 no Operário, e abriu sete de Marcílio e Barroso, que empataram pela manhã e seguiram dividindo o terceiro posto. Ou seja, com apenas quatro de dez rodadas disputadas, os brusquenses praticamente asseguraram uma das duas vagas às semifinais.

42917035_2207914629452545_6506694442043310080_n
O Augusto Bauer agora sendo a casa apenas do Carlos Renaux no decorrer da Série C – isso se o Vovô se classificar na última rodada, contra o Porto, fora de casa. Depois disso, ao que tudo indica, o gramado deverá passar por uma grande reforma. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Brusque se prepara agora para o grande desafio dessa primeira fase: os confrontos diretos, nas duas próximas rodadas, contra o Tubarão, algoz na final da Copa SC do ano passado e na Série D desse ano. De olho nesses confrontos, o Inter provavelmente secará os tubaronenses para seguir vivo na disputa da segunda vaga. Para isso, obviamente, precisa fazer sua parte frente ao Barroso, nos dois próximos jogos. Inter e Brusque voltam a se encontrar na sequência, em Lages, no dia 14.

Com uma nova cidade no horizonte – a 38ª de Santa Catarina -, O Cancheiro continuará seguindo o Bruscão, agora mais perto de casa, em São João Batista.

Até!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s