Douglas Haig busca empate contra o classificado Atlético Paraná e se despede da torcida de forma melancólica

Buenas!

Um destino mais do que certo em nossas andanças pela Argentina era a cidade de Pergamino, distante 300 quilômetros da Capital. Para tanto, bolei minha primeira viagem ao interior da província de Buenos Aires com o objetivo de ver a despedida do Douglas Haig com a sua torcida na atual temporada. O embate, válido pela penúltima rodada da segunda fase do Torneo Federal A, teve o Atlético Paraná, da província de Entre Ríos, como oponente.

Douglas Haig x Atletico Parana014
Club Atlético Douglas Haig. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana016
Clube Atlético Paraná. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana017
O marplatense Darío Rojas Martínes comandou o duelo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A gana por conhecer a cidade de 100 mil habitantes começou durante a Copa do Mundo 2014, em Porto Alegre, quando conheci dois hinchas fogoneros, com os quais mantive contato e combinei uma troca de camisetas – Brusque por Douglas Haig. Com o clube passando por uma má fase, a partida contra o Atlético Paraná foi a última oportunidade de ver a equipe in loco no semestre e enfim concretizar o câmbio.

Douglas Haig x Atletico Parana013
O Cancheiro rasgando os infindáveis pampas rumo a Pergamino. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Depois de cinco temporadas na Primera B Nacional – a segundona argentina – e chegar a bater na trave para subir à elite, o Douglas Haig acabou descendendo ao Federal A – a terceira divisão para os times do interior do país – em 2017. Em seu retorno à categoria, novamente o Milan de Pergamino ficou no quase e não conseguiu avançar à segunda fase, restando ao clube disputar uma espécie de repescagem, onde apenas o líder de cada uma das zonas compostas por seis equipes regressaria a disputa pelo acesso – e ainda sob o risco de um novo descenso.

Douglas Haig x Atletico Parana015
O duelo foi cercado por muita emoção, já que marcou a despedida do capitão e ídolo Diego Levato, presente no histórico ascenso de 2012 e em todas as campanhas do Fogonero pela B Nacional desde então. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Em meio a todo esse regulamento ao mesmo tempo genial e confuso, o Douglas Haig conseguiu se safar do risco de cair ao Federal B, mas também viu distante a vaga para seguir adiante. Apenas uma goleada sobre o Decano de Paraná e uma conjuntura de resultados milagrosos serviria para o clube.

Douglas Haig x Atletico Parana018
Acostumado a lotar o Miguel Morales, a torcida compareceu em pequeno número à ultima rodada. Garantem os locais com quem conversei que foi um dos piores, se não o pior, públicos da década. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig56
A cancha fogonera lembra bastante os estádios espalhados pelo interior do Rio Grande do Sul. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Enquanto isso, os estrerrianos chegaram à província vizinha em uma situação completamente oposta. Enquanto ocupavam a ponta do grupo, o conjunto de Paraná se via ameaçado pelo descenso, visto que se encontrava a apenas alguns décimos de pontos da zona de rebaixamento na tabela de promedios – a média dos pontos desde a primeira fase.

Douglas Haig x Atletico Parana002
Ao contrário dos locais, para os paranaenses o resultado importava, e muito. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Regulamentos truchos à parte, Douglas Haig e Atlético Paraná adentraram o gramado do Estádio Miguel Morales cada qual com seu objetivo e protagonizaram um excelente duelo. Foram os paranaenses que começaram mais determinados a balançar as redes. Alexis Ekkert, com cinco minutos, fez fila na sonolenta defesa local e bateu com perigo, por cima. Pouco depois, Stechina mandou na área e o arqueiro Barucco teve que contar com a sorte para não protagonizar um papelão, depois de soltar uma bola aparentemente tranquila e ver ela beijar a trave.

Douglas Haig x Atletico Parana001
Barucco, ainda constrangido, pedindo desculpas aos seus companheiros pelo quase lance bizarro que protagonizou. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Quase que como empurrado pela forte ventania que dava um tom pitoresco de velho oeste à cidade de Pergamino, o Douglas Haig acordou e reagiu na segunda metade da primeira etapa. Nitidamente atrapalhado pelo empecilho natural, o Gato não conseguiu seguir impondo seu ritmo e viu um Fogonero raçudo, mas pouco criativo, assustar.

Douglas Haig x Atletico Parana005
Mesmo com o auxílio do vento na primeira etapa, o Fogonero tardou a fazer valer o fator local. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana004
Darío Rojas não quis saber de conversa com os visitantes. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O placar seguiu zerado para a segunda etapa. O Atlético, satisfeito com o empate que o livraria do descenso e garantiria a liderança – sim, só na Argentina isso é possível – entrou mais cauteloso e buscando os contra-golpes. Assim, aos 12, Ledesma recebeu sobre a risca central e descolou um belíssimo lançamento de zurda para Maximiliano Osurak, que ganhou na velocidade pela direita e atirou de primeira, no alto do arco de Barucco, para abrir o placar em favor dos visitantes.

Douglas Haig x Atletico Parana007
Quando o momento era favorável aos de Pergamino, Osurak foi lá e desferiu um golpe fatal, tirando o zero do placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana003
Mesmo após o gol, a torcida seguiu alentando o Douglas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Ao som de Llorando Se Fue, tema que muito embalou os boliches e bailões dois lados da fronteira, a hinchada local não desistiu e seguiu apoiando o Douglas. Para não fazer essa desfeita com sua torcida, a equipe, ainda que sem maiores ambições no campeonato, seguiu impondo seu futebol raçudo e, quando já eram decorridos os acréscimos do segundo tempo, chegou ao empate com Guillermo Pereyra, em cobrança de pênalti – o próprio havia sofrido, após tentar invadir a área pela direita e ser calçado.

Douglas Haig x Atletico Parana009
O caminhar vagaroso do reverenciado Diego Levato, em seus últimos instantes como atleta profissional, como quem gostaria de estender aquele momento até a eternidade e jamais se aposentar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig58
Era notório, por todos os lados, o sentimento de gratidão. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana010
Para que a despedida não fosse marcada por uma derrota, o lateral Pereyra converteu uma penalidade que havia sofrido. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana011
O correu para um melancólico abraço – o último da temporada. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Douglas Haig x Atletico Parana008
O desfecho precoce não era o esperado pela torcida, acostumada com anos na B Nacional, mas isso não mudou o reconhecimento pela bravura dos atletas. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Justiça feita no placar, todos saíram sorrindo da cancha. O Douglas por ter buscado um suado empate na despedida de um ídolo e o Atlético por ter cumprido à risca seu objetivo de não cair e, como se não bastasse, ainda se classificar para o mata-mata valendo o acesso. Para seguir fazendo história, o Decano agora tem pela frente os cordobeses do Sportivo Belgrano, da cidade de San Francisco. O Douglas Haig, por sua vez, só volta a campo pela Copa Argentina, frente ao Lanús, ainda sem data definida – não se sabe nem se vai ser antes ou depois da Copa.

WhatsApp Image 2018-08-01 at 03.51.46 (1)
Só tenho a agradecer aos parceiros Diego e Luciano pela recepção sensacional e pelos magníficos choripans.
WhatsApp Image 2018-08-01 at 03.51.46 (4)
Enfim, a troca foi realizada. Deixei duas camisas do Quadricolor e incluí o Fogonero de Pergamino na coleção.

Dever cumprido de conhecer Pergamino, com direito a torneio e times novos na lista, O Cancheiro retorna a sua rotina na Gran Buenos Aires com as competencias do lado metropolitano do nosso glorioso ascenso. Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s