Avaí goleia Operário de Mafra na Ressacada e assume a ponta da Copa SC Sub-20

Salve!

Sábado foi dia de atravessar a ponte, pegar o túnel e rumar em direção à Ressacada. O destino não seria o simpático estádio em si, visto que o confronto entre Avaí e Operário de Mafra estava marcado para o Centro de Treinamentos em anexo, mas a chuva que não para de cair em Florianópolis judiou o gramado e a partida válida pela Copa Santa Catarina Sub-20 passou para dentro da cancha azurra.

Avaí x Operário Mafra16
Avaí FC, do técnico Fabrício Bento: Victor; Guga, Salazar (Alemão), Fabian e Elias (Foguinho); Menezes (João Vitor), Wesley e Lineker (Ton Ton); Toshi (Getúlio), Santarém e Vitor (Filipe Renan). (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Avaí x Operário Mafra14
EC Operário de Mafra, do técnico Norberto Arruda Lemos: Willian; Marlon, Ian, Eduardo e Café (Maranhão); Bruno (Adeilton), Gabriel, Alisson (Geovani) e Maurício; Matheus e Ronaldo Cruz. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Avaí x Operário Mafra
Trio de arbitragem: André Martinho Miguel, Alexandre Lodetti e Elen Carolin Portal Sieglitz. Henrique de Oliveira Dzobanski foi o quarto árbitro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Ainda na sexta, acompanhei outra partida da competição envolvendo um time da Capital, o confronto entre Figueirense e Joinville, que abriu a segunda rodada. Também estreando sob seus domínios, o Avaí vem de um tranquilo triunfo no Sul do Estado, contra o Atlético Tubarão. Na outra extremidade do Estado, no Norte – na verdade, na cidade paranaense de Rio Negro – o Operário recebeu o Metropolitano e também somou seus três primeiros pontos.

A graça da Copinha é justamente o fato de colocar frente a frente equipes das Séries A e B do Catarinense, ainda mais quando o jogo em questão vale uma liderança. O Operário, por exemplo, já vai para a sua segunda Copa SC. Na primeira edição, o time de Mafra se classificou em terceiro, apenas um ponto atrás do líder Criciúma e na frente da Chapecoense e do próprio Avaí – acabou sendo eliminado nas semis para outro alvinegro, o da Capital, que viria a ser o campeão.

Avaí x Operário Mafra38
Não é a primeira vez que o Operário pinta pelas páginas d’O Cancheiro. Ano passado, pela Copa SC, acompanhei a vitória sobre o Guarani de Palhoça, aqui na Grande Florianópolis. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O Avaí, que acabou ficando de fora das semis no ano passado, tenta sorte melhor na atual edição e, de quebra, usa a competição como laboratório para atletas que já são relacionados por Claudinei Oliveira nos profissionais ou que já passaram dos juniores – são aceitos até cinco jogadores acima dos 20 anos -, caso do atacante japonês Toshi, de 24 anos, e do zagueiro colombiano Salazar, de 22.

Avaí x Operário Mafra28
O colombiano Salazar, do alto de seus dois metros, deu segurança na defesa azurra e ainda contribuiu no ataque. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A forte equipe do Avaí começou a trilhar o caminho para a liderança já nos primeiros minutos da partida contra o Operário. Liniker, em chute cruzado, e Fabian, após subir sozinho, quase abriram o placar. Enquanto a equipe azurra apostava na velocidade, em especial com Toshi e Santarém, a alvinegra tocava a bola pacientemente no meio de campo, mas sem conseguir infiltrar.

Avaí x Operário Mafra31
Santarém já vem sendo utilizado frequentemente por Claudinei Oliveira na equipe profissional. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Na primeira vez que chegou ao ataque, pela esquerda, o Operário deixou o corredor para Toshi contragolpear com velocidade, engatilhar a batida, mas chutar o vento, furando bizonhamente. Na sequência, aos 20, o Operário novamente tentou sair na base do toque de bola, mas o Avaí roubou e fez a bola chegar em Santarém, que bateu cruzado, firme, para tirar o zero do placar.

Avaí x Operário Mafra20
Toshi demonstrou bastante vontade, mas, ao contrário da estreia contra o Atlético Tubarão, teve uma atuação apagada contra o Operário. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Dois minutos depois, Guga aproveitou outro espaço pela direita e cruzou à meia altura; a bola bateu na mão de Eduardo, que nada pôde fazer, e o juiz assinalou pênalti. O próprio lateral foi para a cobrança e ampliou. Apesar de mostrar qualidade e técnica, o Operário acabou sofrendo o famoso apagão. O problema é que aconteceu muito cedo, com 22 minutos já estava 2 a 0.

Avaí x Operário Mafra22
Guga sofreu o pênalti e partiu para a cobrança. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Avaí x Operário Mafra26
O goleiro, literalmente, não saiu na foto. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Quando se encontrou na partida, a equipe de Mafra perigou descontar em dois chutes de fora da área: o primeiro, de Maurício, foi forte e colocado, mas Victor espalmou; logo depois, Café mandou por cima, tirando tinta do travessão. Quando parecia melhor, alguns erros bobos de passe dificultaram a vida do Operário. O Avaí soube aproveitar e chegou ao terceiro aos 37: cruzamento de Elias no segundo pau, Santarém escorou e Lineker empurrou para as redes.

Avaí x Operário Mafra8
Marcação dupla sobre Wesley. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Pelo volume apresentado e por estar jogando em plena Ressacada, o placar para a primeira etapa de certa forma era injusto para os visitantes. Entretanto, em uma cobrança de falta aos 44, Bruno carimbou o travessão, Ronaldo Cruz pegou o rebote e rolou para o zagueiro Ian chegar batendo. Gol no momento certo, deixando tudo em aberto para a segunda etapa.

Avaí x Operário Mafra35
Cobrança de falta de Bruno foi no travessão, mas rendeu o gol do Operário no rebote. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Avaí x Operário Mafra21
Ton Ton estava no Santos que foi eliminado pelo próprio Avaí na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em janeiro. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Avaí x Operário Mafra2
Willian se recupera e evita um gol de cobertura de Getúlio. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

No decorrer dos 45 minutos finais, o Operário foi cansando e não conseguia criar oportunidades. Do outro lado, ainda sofria com contragolpes rápidos do Avaí. Para piorar, quando já eram decorridos 32 minutos de um segundo tempo sem muitas emoções, o zagueiro Eduardo foi expulso. Logo após, Wesley e Santarém quase transformaram o placar em goleada, em dois chutes que passaram raspando a meta de Willian. O quarto gol enfim saiu aos 40, após cobrança de escanteio de Foguinho, na primeira trave, desviada pelo zagueiro Fabian.

Avaí x Operário Mafra3
Fabian retribuiu a excelente cobrança de escanteio com um baita quebra-costela no Foguinho. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Galeria de fotos da goleada azurra

Totalmente rendido, o Operário apenas assistiu o relógio correr e aguardou o apito derradeiro de André Martinho Miguel, selando os 4 a 1 para o Avaí. Apesar de não fazer uma partida digna de sofrer goleada, a equipe tenta se recuperar no próximo domingo, contra o Figueirense, em Rio Negro. O Avaí também vai ao Norte, no sábado, para enfrentar outro 100%, o Joinville.

Avaí x Operário Mafra15
O unido grupo do Avaí, 100% na Copa SC, agora se prepara para receber o Grêmio, pela Copa do Brasil. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Antes disso, o esquadrão azurra tem um baita desafio no meio da semana. Quarta, às 15h, o Avaí recebe o Grêmio pelo jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil Sub-20 – mais uma oportunidade para O Cancheiro voltar à Ressacada.

Até lá!

Um comentário sobre “Avaí goleia Operário de Mafra na Ressacada e assume a ponta da Copa SC Sub-20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s