Metropolitano abre temporada com vitória convincente em jogo-treino contra o Atlético Itoupava

Salve!

Ainda em ritmo de férias, O Cancheiro está de volta! No mês mais chato para os amantes do futebol, restam poucas alternativas, tanto no amador quanto no profissional. Eis que, em Blumenau, uma partida reuniu as duas categorias. No Estádio Guilherme Jensen, o Atlético Itoupava, campeão regional no futebol amador, recebeu a única equipe profissional da cidade, o Metropolitano, para um jogo-treino.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0076-04
O primeiro teste da equipe comandada por Valdir Espinosa foi contra o grande campeão do futebol blumenauense. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Para o Metrô, o jogo serviu como um primeiro teste para o time que disputará o Campeonato Catarinense. O campeão mundial Valdir Espinosa usou a partida para fazer um rodízio no elenco e observar seus jogadores. Junto com o técnico, várias caras novas foram apresentadas no Metropolitano, formando um time bem diferente daquele que não passou da primeira fase da Série D do ano passado.

O Atlético, por sua vez, se prepara para defender o título da Copa Interligas do Vale do Itajaí (ainda que sua participação não esteja confirmada) e tentar voltar ao Estadual de Amadores. Para quem não acompanhou, foi no Estadual de 2015, em São Miguel do Oeste, que o campeão blumenauense deu as caras por aqui pela primeira vez, na derrota para o Metropolitano – não o de Blumenau, mas o de Nova Veneza.

Por ser um jogo-treino, os times tinham a liberdade de trocar os jogadores quantas vezes quisessem. Só pelo lado do Metropolitano foram relacionados 26 atletas: os goleiros Alex João, Samuel Portugal e Everton Neto; os zagueiros Elton, Ricardo Lima, Luan, William, Alexandre Carvalho e Maurício; os laterais Juninho, Thiago Ryan e Renan Wagner; os volantes Iago, Zé Lucas, Pink, Willian Duarte, Bruno Medeiros e Elber; os meias Diego Souza, Bruno Brito, Tiaguinho, Harrison, Radsley; e os atacantes Matheus de Paula, Beto e Alex. O Atlético começou com Elton John; Calinho, Felipe, Elias e Rafael; PC, Quinho, Catão e Bruninho; Secco e Bicudo. O time da Itoupava ainda usou os reservas Saimon, Fininho, Radamés, Vaé, Neguinho e Ezequiel durante a partida.

Quando a bola rolou, a discrepância esperada entre duas equipes de categorias diferentes não se concretizou. O Metropolitano rodava bem a bola e demonstrava um entrosamento incomum para um time que joga há tão pouco tempo junto. Mesmo assim, a soberania ofensiva do Atlético impedia infiltrações do rival. As jogadas saíam em tabelas bem executadas pelos lados, mas faltava um último toque para a bola chegar em condições de ser finalizada pelo centroavante Matheus de Paula.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0073-01
Não passava nada pela defesa do Atlético Itoupava no começo do jogo. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Além de dificultar na defesa, o Atlético engatava bons contra-ataques quando tinha a posse de bola. Logo aos 3, Bruninho arriscou de fora da área, sem susto para Samuel Portugal. Pouco depois, o camisa 10 teve mais uma chance e, após fazer fila na defesa do Metrô, rolou para Bicudo sofrer falta na entrada da área. Na cobrança, Rafael acertou a barreira. Enquanto isso, a técnica e as boas triangulações do Metropolitano não rendiam sustos ao goleiro Elton John, que, como se estivesse embalado ao ritmo de Sacrifice ou Your Song, apenas assistia a partida tranquilamente.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0071-17
Elton teve pouco trabalho no primeiro quarto da partida. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Esse cenário, porém, durou até a primeira parada técnica da partida. Depois daquela aguinha gelada para tentar vencer o calorão da abafada Blumenau, ambas equipes voltaram com posturas diferentes. O Metropolitano, enfim, conseguia fazer a bola chegar ao seu centroavante, enquanto o Atlético deixou de lado aquela concentração inicial e passou a cometer erros bobos, como em saídas de bola ou em discussões desnecessárias. O baixinho Harrison aproveitou o bom momento e mandou uma bola na trave, aos 40. Três minutos depois, Beto, que entrara no lugar de Matheus, recebeu dentro da área, cortou o zagueiro e rolou para Harrison, dessa vez, não desperdiçar.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0067-13
Beto cortou a marcação… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Itoupava x MetropolitanoCSC_0066-12
…rolou para Harrison… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
Itoupava x MetropolitanoCSC_0065-11
…em posição legal, apesar da reclamação de Elias,… (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)
DSC_0034
…cortar o goleiro e abrir o placar. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

O final da primeira etapa foi uma amostra do que seria o segundo tempo. Se tecnicamente o Metrô apresentava uma tímida superioridade, na preparação física é que se encontrava a grande diferença entre as duas equipes – nada além do esperado, já que se tratava de um confronto entre uma equipe profissional e uma amadora. Mesmo com algumas mudanças, o time da Itoupava já não conseguia marcar com a mesma intensidade, deixando a jovem equipe do Verdão dominar as ações.

Dessa forma, não demorou muito para o simples placar de 1 a 0 se tornar uma goleada. Aos 8, Willian aproveitou um rebote de escanteio, dominou no peito e, da entrada da área, acertou um belo chute; a bola ainda explodiu na trave e entrou. Três minutos depois, Radsley recebeu um passe em profundidade e bateu por cobertura, na saída de Elton. Dois golaços.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0064-10
Radsley (!) marcou um belo gol de cobertura. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Com o placar construído, Valdir Espinosa voltou o foco para o real objetivo da partida: colocar a equipe para se entrosar e testar diferentes formações. Mesmo com as mudanças, o time não deixou de lado a forte marcação no meio-campo e as triangulações, em que os laterais tinham liberdade para subir e chegar à linha de fundo. Juninho, aliás, foi um dos destaques, com ultrapassagens rápidas. Jogando bem e de forma eficiente, o Verdão teve inúmeras chances de ampliar o placar, mas esbarrava na ótima atuação de Elton John, que viria a dar lugar ao seu reserva Saimon.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0037-05
A Argentina é na Itoupava. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Apesar do excelente futebol apresentado na segunda etapa, o placar seguiu inalterado até os 40 minutos. Ao contrário do que se imaginava, quem viria a marcar foi o time da casa. Vaé invadiu a área e foi derrubado por trás. Pênalti infantil, inadmissível para uma equipe profissional, convertido em gol por Radamés (confira abaixo).

Durante a segunda etapa, chamou atenção a chegada de um provável novo reforço para o Metropolitano: Rafinha, o “Neymar da Gávea”, destaque na conquista da Copa São Paulo de 2011 e que teve uma boa passagem pelos profissionais do Flamengo. Valdir Espinosa, após a partida, comentou a possível chegada do meia-atacante com entusiasmo, já que o conhece bem de sua passagem pelo CFZ e sabe da qualidade do guri. O técnico ainda destacou a excelente movimentação demonstrada pela equipe no jogo-treino e se mostrou otimista para a disputa do Catarinense.

Itoupava x MetropolitanoCSC_0061-07
O campeão mundial pelo Grêmio, Valdir Espinosa, comentando sobre o aproveitamento do jogo-treino. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

A estreia do Metropolitano acontece na sua nova casa, o Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul, às 17 horas do dia 31, contra o Camboriú. O Atlético, atual campeão da Interligas, vive um dilema sobre sua participação na competição de 2016. Nomes importantes e peças chaves do elenco, como Secco, Bruninho, Quinho e o goleiro Elton John, devem reforçar equipes rivais na competição. Caso confirme sua participação, o time da Itoupava estreia em casa, no começo de março (a tabela ainda não foi divulgada). Com ou sem Atlético, O Cancheiro fará o possível para voltar ao Vale do Itajaí e cobrir as partidas da competição.

Mais fotos:

Falta pouco para a bola voltar a rolar – às ganhas – por Santa Catarina. Enquanto isso, seguimos acompanhando a preparação das equipes profissionais para o Campeonato Catarinense.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s